quinta-feira, 30 de abril de 2009

Kevin Randleman e sua Redenção

Um ano após estar seriamente doente por uma infecção que lhe rendeu ciactrizes pelo corpo e praticamente aposentado do mundo do MMA, O Americano como "O Monstro" Kevin Randleman vive uma nova vida.
Randleman assinou recentemente um contrato com o evento StrikeForce e volta a figurar em um grande evento de MMA, sua ultima luta havia sido no sengoku contra Ryo Kawamura, da onde não pretende mais se afastar. Em Recentes entrevistas Randleman lembrou seus auréos tempos de Pride e soltou o verbo dizendo que lutaria com qualquer um em qualquer lugar a qualquer hora.
Para coroar a boa fase dentro e fora dos ringues, Randleman se casou no ultimo final de semana com Elizabeth Broglia e deu um festão onde toda a comunidade do MMA estava presente.
Randleman deve estreiar em junho no StrikeForce.

Os noivos:




Um dos padrinhos- Mark The hammer Coleman


Phil baroni


Gray maynard e Joe Stevenson


Gina Carano e Kim ( ainda) Couture


Gina


Randleman e Bas Rutten


Fotos: Combatlifestyle
Texto: Jorge Santana

F PVT

Stallone e Minotauro no Sensei Sportv

Por Ana Hissa

Foto divulgação

Mais difícil que nocautear Rocky Balboa é entrevistar Sylvester Stallone. Mas no Sensei Sportv do próximo sábado, o ator e diretor fala sobre a paixão pelas lutas, e visita o nosso Rocky Balboa brasileiro. O encontro de Silvester Stallone com Rodrigo Minotauro, e o envolvimento do super-astro com o MMA, são os destaques do Sensei Sportv. Sylvester Stallone, num primeiro momento se diverte dizendo: "eu só torço para que ele não apanhe tanto quanto eu apanhei", mas em seguida revela com seriedade que reconhece o Mixed Martial Arts como um dos esportes modernos que mais se popularizam. "O MMA cresce a cada segundo", diz.



Já o nosso peso-pesado mais famoso diz que é uma honra ser considerado o Rocky Balboa brasileiro, especialmente depois de conhecer o Rocky original. Rodrigo disse ter ficado impressionado com a vitalidade de Stallone que, mesmo aos 63 anos de idade, continua praticando boxe e malhando com carga máxima. Minotauro, Minotouro, Julio Gavião, Ricardão Moraes e vários outros brasileiros lutadores vão participar das filmagens.



A lenda viva do UFC, aos 45 anos de idade, Randy Couture também fala da participação no filme The Expandables, ou Os Mercenários. Rodrigo e Couture vão se enfrentar no UFC 102 e dividiram o mesmo set de filmagem, mas isso não é um problema para eles. Adversários no octógono, mas fora de combate garantem ser amigos e agora colegas de profissão também no cinema.



Gesias Cavalcante, que volta a lutar no Japão, também participa do Sensei Sportv deste sábado. JZ Calvan veio ao Brasil numa visita relâmpago e conversou com a equipe de reportagem do programa. Ainda nessa edição especial do Sensei Sportv, você vai poder saber do próprio Anderson Silva como anda o desafio feito ao campeão mundial de boxe em 4 categorias diferentes Roy Jones Jr, e ainda relembra um nocaute espetacular de Roy Jones no quadro Clássico. O Sensei Sportv hollywoodiano deste sábado vai ao ar logo após o Sportvnews.

Fedor finaliza Aoki Fabio Negão e Giva Santana vencem no MMA

Texto - Portal das Lutas
Foto - (divulgação) sportsnavi.com

Dois dos lutadores mais populares no Japão, Fedor Emelianenko e Shinya Aoki se confrontaram nesta quarta-feira, numa exibição de grappling no evento M-1, na terra do sol nascente. Como era esperado, devido à grande diferença de peso entre os oponentes, Fedor saiu vitorioso.

O golpe usado pelo russo para definir, segundo o MMAJunkie, foi a chave de calcanhar, aos três minutos. Fedor, que é campeão de sambo, pode lutar novamente grappling no ADCC, ainda este ano. Além disso, o russo está perto de lutar MMA no Japão.

Pelo time americano, nas lutas de MMA, os brasileiros Fabio Negão e Givanildo Santana estiveram em ação e saíram vencedores. Enquanto Fabio derrotou o oponente por decisão unânime, Giva, que tem 11 finalizações com armlock no cartel, venceu novamente com o golpe.

Entrevista com Fedor., '' O contrato do ufc possui termos absurdos. ''

Entrevistador: Se você tiver que escolher entre o mma e o sambo, qual seria sua escolha?

Fedor: Essa é uma questão pertubadora... não a necessidade da escolha agora. O UFC colocou condiçoes nos termos do contrato de forma que eu tivesse que escolher, então eu não fui para o UFC.

O UFC quer você. Você tem plamos para ir para o UFC?


Fedor: Se eles realmente me quizessem, eles poderiam colocar termos moderados, eu não quero falar sobre todas as coisas no contrato, mais tem muitos termos absurdos.

(F PVT)

Assista o vídeo:

Distak vê tempo ruim para Forrest Griffin

Texto - Carlos Eduardo Ozório
ceozorio@portaldaslutas.com

Um dos treinadores de Anderson Silva, Josuel Distak gostou do anúncio feito pelo presidente do UFC, Dana White, que confirmou Forrest Griffin como o próximo adversário de Anderson Silva.

"Será uma luta perfeita, que dará estímulo ao Anderson. Ele diz que está precisando de estímulo, então será um lutador ótimo para nós", comentou o treinador que, confiante, já bota lenha na fogueira.

"Será uma ótima luta para a gente e para o Griffin uma péssima luta", aposta.

Por enquanto, Anderson Silva está nos Estados Unidos ajudando na preparação de Rafael Feijão, que luta no Strikeforce. Segundo Distak, o foco no atual campeão peso médio e recordista em vitórias seguidas no UFC (9) começa em junho, já que o combate contra Griffin está previsto para agosto.

"Em junho o Anderson já começa a preparação. Por enquanto ele está fazendo uma manutenção. Teremos mais de dois meses para trabalhar esse combate. Depois da luta do Jacaré, no dia 26 de maio, começamos a focar no Anderson Silva", encerra o treinador.

Jungle Fight desembarca em São Paulo

Ainda nos preparativos do Jungle Fight Ceará, programado para o dia 09 de maio, em Fortaleza, Wallid Ismail anuncia que já tem fechadas duas edições do evento para São Paulo. A primeira delas, o Jungle Warriors, será realizada no dia 28 de agosto. E uma edição principal do Jungle Fight está programada para outubro.


“Este esporte está crescendo mesmo”, vibrou Wallid, “Já temos várias edições confirmadas e outras que logo serão anunciadas. Como maior evento da América Latina, o Jungle Fight serve de incentivo para os lutadores se destacarem e brigarem por uma vaga no evento, além de ser uma vitrine, uma porta para os eventos no exterior. Vamos arrebentar, teremos um ano incrível!”.


Para o segundo semestre, Wallid ainda promete mais uma grande surpresa.


“Estamos trabalhando para trazer outro grande nome internacional para lutar no Jungle. Assim como o Minotouro, que lutará em Fortaleza, vamos trazer outro atleta consagrado internacionalmente pra lutar no Brasil. Será fantástico”, finalizou.

Forrest Griffin fala sobre a luta com Anderson Silva

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Demian x Marquardt no UFC 102



Considerado um dos principais postulantes ao cinturão que hoje pertence a Anderson Silva, Demian Maia já sabe quem vai enfrentar em seu próximo desafio. A notícia, aliás, foi confirmada pelo próprio faixa-preta em seu site oficial. No dia 29 de agosto Demian medirá forças com o americano Nathan Marquardt, que vem de vitória sobre o também brazuca Wilson Gouveia no UFC 95.

Em caso de vitória, Demian manterá o cartel invicto como profissional, chegando a 12 apresentações consecutivas vencendo. Já Marquardt tentará o terceiro triunfo seguido depois de ter sido derrotado por Thales Leites no UFC 85, em junho do ano passado.

Embora o evento ainda não tenha sido oficialmente anunciado pelo UFC, também são dadas como certas as presenças de Rodrigo Minotauro, Thiago Silva e Júnior Cigano na programação.

Confira o card não-oficial do evento:

Randy Couture x Antonio Rodrigo Nogueira
Demian Maia x Nate Marquardt
Keith Jardine x Thiago Silva
Matt Hamill x Brandon Vera
Chris Leben x Jake Rosholt
Nick Catone x Mark Munoz
Junior dos Santos x Justin McCully
Evan Dunham x Matt Veach

graciemeg

Dana White ansioso por Anderson x Griffin


A moral do campeão Anderson Silva ficou em baixa após a luta contra Thales Leites. Memo batendo o recorde de vitórias consecutivas no Ultimate, Anderson teve que ouvir reclamações de fãs e até do presidente do evento, Dana White, que afirmou estar envergonhado da luta entre os brasileiros, que foi válida pelo cinturão peso médio do evento. Porém, dez dias após a luta, Dana já voltou a acreditar num grande show de Anderson, que foi escalado para as lutas principais de todos os eventos que participou até hoje.

Confirmado ontem pelo presidente e noticiado aqui na TATAME, Anderson enfrentará, no dia 8 de agosto, o ex-campeão dos meio-pesados Forrest Griffin, que perdeu o cinturão em sua última luta para Rashad Evans. No UFC 101, Anderson fará sua segunda luta na categoria de cima, onde estreou com um nocaute fantástico sobre James Irvin, em apenas 61 segundos. “Forrest adorou a idéia e disse que lutaria logo, e Anderson me disse que lutaria com quem eu quisesse, não importasse quem. Silva x Griffin é o tipo de luta que até os outros lutadores ficariam loucos para ver”, afirmou Dana, em entrevista ao Yahoo Sports, sem esquecer a decepção do UFC 97. “como fã, não gostei do que vi e não estava brincando quando disse que senti vergonha, mas posso garantir isso: estou contando os dias para essa luta”.

Kim Couture: possível divórcio pode ser a causa da desistência, de luta contra Meisha Tate



Kim Couture (1-1 no MMA), esposa do ex-campeão dos pesados e meio-pesados do UFC Randy Couture, desistiu de sua luta contra Miesha Tate (5-1 no MMA), que estava agendada para a edição inaugural do SHO MMA:“Strikeforce Challenger Series” dia 15 de maio, no Save Mart Center, em Fresno, na Califórnia. Em sua página no MySpace, Tate disse que a “desistência de Kim Couture ocorreu por problemas conjugais. Estou chateada por não poder lutar com ela, mas ao que tudo indica, Kim e Randy podem estar se divorciando”.

Brasil Combate

Será que essa situação influenciará Randy na luta contra o Minotauro?

Bully Beatdown Episodeo 6 Dennis: The Russian Bully



MMA em vias de ser legalizado em Nova York

mma-ny


Embora seja o esporte que mais cresce e vende pay-per-views nos Estados Unidos, o Mixed Martial Arts (MMA), também popularmente conhecido no Brasil como Vale Tudo, ainda não é legalizado no Estado de Nova York.


Assim como o Brasil, os Estados Unidos da América é um país cuja forma de Estado é a Federal. Isso significa dizer que cada estado da federação americana tem autonomia para criar suas próprias leis. E foram nos termos dessa autonomia política que o Estado de Nova York não legalizou, até hoje, a prática do mixed martial arts, embora em outros estados, como o de Nevada e da Califórnia, a prática do esporte seja legalizada.


Porém, isso poderá em breve ser mudado. De acordo com recentes notícias da imprensa especializada internacional, o parlamento de Nova York votará, até a semana que vem, a legalização ou não da prática do esporte.


Em favor dos esportes de contato, podemos citar como já legalizados o kickboxing, o boxe e o futebol americano, embora ainda existam vozes dissonantes que se posicionam contra a prática da nova modalidade.


Cumpre ressaltar que a legalização do MMA em Nova York poderia gerar um “boom” no marketing e no crescimento do esporte, sobretudo se considerarmos que esse estado tem como capital a cidade mais cosmopolita e rica do mundo. Assim, qualquer exposição do MMA em solo nova-iorquino colocaria na vitrine mundial o esporte, gerando sem-número de efeitos colaterais benéficos em favor do Vale Tudo.


Brasil Combate

Thiago Silva pode encarar Keith Jardine


O brasileiro Thiago Silva, que estava escalado para enfrentar F. Griffin no UFC 101 vai agora adiar sua luta por três semanas para enfrentar, segundo o site mmajunkei, Keith Jardine no UFC 102. Thiago tentará se recuperar de sua única derrota para Lyoto Machida e Jardine também vem de uma derrota para Quinton "Rampage" Jackson no UFC 96 em março.

Embora não tenha anunciado oficialmente, UFC 102 é esperado por trazer uma luta mostruosa entre duas lendas do MMA, Randy Couture e Antonio Rodrigo Nogueira em agosto 29, em Portland, Oregon

Fedor deve enfrentar um “top ten” entre os pesados, em julho ou agosto, no Japão

fedor-emelianenko-3

Durante a coletiva de imprensa do M-1 Challenge ocorrida hoje no Japão, o representante de Fedor Emelianenko, Vadim Finkelchtein, disse que “estão em curso as negociações para que o nº 1 do mundo enfrente um dos 10 melhores pesos pesados, já em julho ou no máximo em agosto”. Sem adentrar em maiores detalhes, Finkelchtein também disse que a luta deverá acontecer no Japão.

Por Carlos Menarim – Brasil Combate

Anderson vs Griffin é oficial

Já é oficial e está no site do UFC. Anderson Silva enfrentará F. Griffin no UFC 101 no dia 08 de agosto de 2009.
Griffin é um adversário muito duro, luta com o coração e já foi campeão dos meio pesados do UFC. Será um bom desafio para despertar novamente a gana do Spider.

Bruce Buffer apresentando Anderson no UFC 97 - o cara vivência o momento mesmo

terça-feira, 28 de abril de 2009

M-1 Challenge divulga os resultados da pesagem e a ordem das lutas

fedor-aoki2

Por Carlos Menarim – Brasil Combate

Acompanhe aqui a ordem das lutas e os resultados oficiais da pesagem dos 38 lutadores que estarão em ação no M-1 Challenge-Japão:

Complete weigh-in results and lineups for tomorrow’s event are listed below:

Preliminary:
1. Featherweight (65 kg/143 lbs.): Takayuki Hosakawa (65 kg) vs. Tomoaki Ueyama (64.6 kg)
2. Lightweight (70 kg/154 lbs.): Kosuke Umeda (69.9 kg) vs. Muneyuki Sato (69.9 kg)

Team France vs. Team Spain:
3. Lightweight (70 kg/154 lbs.): Makhtar Gueye (France/70 kg) vs. Jose Luiz Zapter Aguirre (Spain/69.2 kg)
4. Welterweight (76 kg/167.2 lbs.): Gael Grimaud (France/75.9 kg) vs. Abner Lloveras (Spain/75.9 kg)
5. Middleweight (84 kg/184.8 lbs.): Christophe Dafreville (France/84 kg) vs. Rayco Romero Silva (Spain/83 kg)
6. Light Heavyweight (93 kg/204.6 lbs.): Christian Mpumbu (France/92.6 kg) vs. Enoc Solbes (Spain/90.8 kg)
7. Heavyweight (+93 kg/204.7-plus lbs.): Soufian Elgarne (France/115 kg) vs. Rogent Lloret (Spain/104 kg)

Superfight:
8. Middleweight (84 kg/184.8 lbs.): Karl Amoussou (France/83.9 kg) vs. Kazuhiro Hamanaka (Japan/83.9 kg)

Special Super Exhibition:
9. Fedor Emelianenko (Russia) vs. Shinya Aoki (Japan)

USA West vs. South Korea (best-of-five series):
10. Lightweight (70 kg/154 lbs.): David Jansen (USA West/69.9 kg) vs. Yui Chul Nam (S. Korea/70 kg)
11. Welterweight (76 kg/167.2 lbs.): Fabio Negao (USA West/76 kg) vs. Myung Ho Bae (S. Korea/75.8 kg)
12. Middleweight (84 kg/184.8 lbs.): Giva Santana (USA West/83.7 kg) vs. Min Suk Heo (S. Korea/83.8 kg)
13. Light Heavyweight (93 kg/204.6 lbs.): Raphael Davis (USA West/92.9 kg) vs. Jae Young Kim (S. Korea/92.7 kg)
14. Heavyweight (+93 kg/204.7-plus lbs.): Shane Del Rosario (USA West/109 kg) vs. Doo Hee Lee (S. Korea/103 kg)

Japan vs. England (best-of-five series):
15. Lightweight (70 kg/154 lbs.): Luiz Andrada (Japan/71.2 kg) vs. Ian Butlin (England/69.9 kg)
16. Welterweight (76 kg/167.2 lbs.): Hidehiko Hasgawa (Japan/76.6 kg) vs. Simon Phillips (England/75.9 kg)
17. Middleweight (84 kg/184.8 lbs.): Yusuke Masuda (Japan/83.8 kg) vs. Matt Thorpe (England/82.9 kg)
18. Light Heavyweight (93 kg/204.6 lbs.): Tatsuya Mizuno (Japan/91.2 kg) vs. Tom Blackledge (England/93.3 kg)
19. Heavyweight (+93 kg/204.7-plus lbs.): Yusuke Kawaguchi (Japan/105 kg) vs. Rob Broughton (England/120 kg)

Anderson pode subir de categoria e enfrentar Forrest Griffin no UFC 101


O site www.mmajunkie.com divulgou que fontes próximas a organização do UFC afirmam que não mais Thiago Silva engrentará Forrest Griffin. Outro Silva entre na parada, se trata de Anderson Silva.
Tendo em vista toda a polemica envolta do desempenho de Anderson na luta contra Thales e o clima quente das entrevistas da equipe da Anderson e do presidente do UFC as coisas iriam mesmo mudar.

Segundo o site Anderson passará para a categoria acima (meio pesados) onde já fez uma luta e derrotou James Irvin com 61 segundos de luta, para enfrentar o algoz de "Shogum". Essa luta deverá ocorrer no UFC 101 no dia 8 de agosto. Esse evento poderá contar com a luta de B. J. Penn contra Kenny Florian.

Quanto a Thiago Silva ainda não se sabe se lutará contra outro adversário no UFC 101 ou em outro evento tendo em vista que sua luta com Griffin estava assinada.

Se essa luta de Anderson com Griffin for confirmada, Anderson estará perto de realizar mais um grande feito, ser o único homem a consquistar dois cinturões do UFC ao mesmo tempo.

Derrotando Griffin ele ficara na linha de frente para o cinturão o único problema é que se Lyoto ganhar o cinturão Anderson não disputará com ele, isso já foi dito por ele.

Agora é so esperar para ver.

WEC 41 tem card finalizado

brown-vs-feber


O WEC anunciou o card completo do WEC 41 que acontecerá no dia 7 de junho nos EUA.

A luta principal do evento será a revanche entre o campeão Mike Brown (21-4) e o ex-campeão Urijah Faber (22-2) pelo cinturão featherweight do WEC.

Na primeira luta entre os dois em novembro de 2008, Faber foi nocauteado no primeiro round perdendo sua primeira luta no evento e consequentemente seu cinturão. Os dois venceram suas últimas lutas por finalização no primeiro round, com Faber vencendo Jens Pulver no WEC 38 enquanto Brown ganhou de Leonard Garcia no WEC 39.

Também nesse card lutará o brasileiro Jose Aldo (14-1) que vem de 4 vitórias consecutivas no evento. O atleta da Nova União enfrentará o americano Cub Swanson (13-2) numa luta que será televisionada pelo evento.


Card Principal:


Mike Brown vs. Urijah Faber (pelo título dos pesos pena do WEC)


Jose Aldo vs. Cub Swanson


Donald Cerrone vs. James Krause


Josh Grispi vs. Jens Pulver




Card Preliminar (não televisionado):


John Franchi vs. Manny Gamburyan


Mike Campbell vs. Anthony Pettis


Antonio Banuelos vs. Scott Jorgensen


Frank Gomez vs. Eddie Wineland


Seth Dikun vs. Rolando Perez


Kyle Dietz vs. Charlie Valencia



Brasil Combate

Jacaré e a guerra contra Miller no Dream

Sem lutar desde setembro de 2008, no evento que marcou a final do GP dos médios do Dream, Ronaldo Jacaré estará de volta no próximo dia 26 para disputar o cinturão vago do evento, contra Jason Miller. Velho conhecido, Miller foi o adversário do faixa-preta nas quartas-de-final do GP e voltou aos ringues este mês, finalizando Kala Hose no primeiro round. Em conversa com a TATAME, Jacaré mostrou vontade de se reencontrar com o fanfarrão americano.



“Espero que essa luta seja uma guerra. Não fiquei nem um pouco satisfeito quando lutei com ele... Que ótimo que me colocaram para lutar com ele de novo”, dispara Jacaré, elogiando o adversário. “Ele é um cara muito forte e flexível ao mesmo tempo. O ponto forte dele é agüentar porrada e, o fraco, é achar que os ossos dele podem agüentar qualquer tranco”, afirmou Jacaré. Sempre polêmico nas entrevistas, Jason xingou o brasileiro, mas Jacaré não deixa barato. “Ele é assim mesmo quando se trata de entrevista, mas não estou nem aí pra ele. Me encontrei com ele no Japão e ele não falou nada na minha frente”, decreta.



Treinando forte na X-Gym, Jacaré viu a boa estreia do companheiro de treinos André Galvão no torneio do Drema, vencendo sua terceira luta por finalização, contra o duro John Alessio. “Ele foi espetacular. Ele treinou muito para essa luta e não deu chances para o experiente John Alessio”, elogia Jaca, apontando Hayato Sakurai, que atropelou Shinya Aoki, como a maior pedreira no caminho do brazuca rumo ao título. No mesmo evento, Paulão Filho deve voltar aos ringues de categoria nova, lutando entre os meio-pesados, e Jacaré, que treina com o mesmo preparador de Paulão (Josuel Distak), está animado para o retorno do faixa-preta: “Paulão vai entrar com sangue no olho e vai mostrar um jogo sólido e muito agressivo. Paulada vai dar show”.



Mudando um pouco de assunto, Jacaré elogiou mais uma vitória de Anderson Silva, a nona consecutiva no UFC, despachando as críticas direcionadas ao campeão após o combate, vencido na decisão dos juízes. “Acho injusto! Muitos só olham para o lutador Anderson... O cara fez história no UFC e eu não estou vendo ninguém comemorar esse recorde de vitórias do nosso lutador brasileiro”, finalizou o faixa-preta.

TATAME

Cena de Anderson Silva lutando em Never Surrender.

Clique aqui e baixe o filme

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Rafael pronto para a próxima no UFC

Diante de uma pedreira no UFC Fight Night 18, que aconteceu no começo de abril no Estados Unidos, Rafael dos Anjos protagonizou uma batalha de 15 minutos contra Tyson Griffin, mas, infelizmente, saiu derrotado na decisão dos juízes. Embolsando US$ 30 mil pela melhor luta da noite, o atleta da Gracie Fusion conversou com a TATAME sobre o combate, que deixou os patrões felizes.


“A luta foi boa, tanto que foi a melhor da noite. Os caras (do UFC) gostaram, ainda bem”, comentou Rafael, elogiando seu adversário. “O Tyson é muito forte, liso, difícil de ajeitar as posições. Eu sabia que ele era liso no chão, por isso não quis tentar derrubar, para não me cansar. Eu tinha uma estratégia montada desde o início, ia fazer a luta em pé, tanto que derrubei uma só vez... Foi uma luta maneira”.

Numa das únicas vezes que a luta chegou ao chão, Rafael encaixou uma chave de panturrilha, mas o americano resistiu. “Eu não faço essa posição no treino, porque a galera já sabe, mas sempre que o cara me dá uma oportunidade eu vou chegando nela e fecho. Ele girou pro lado que eu queria e a posição saiu encaixada, consegui dar um aperto”, relembra Rafael, investindo o bônus extra em treinamentos, de olho na sua próxima luta no Ultimate. “Eles gostaram da luta e tenho mais uma no contrato, mas ainda não sei quando vai ser”, finalizou.

TATAME

Anderson e o treino com Rich Franklin

Apósal finetar Wanderlei Silva e escutar do ex-companheiro que a guerra estava declarada, Anderson Silva, em entrevista ao site TATAME, amenizou o desentendimento. Mas ao que tudo indica, a polêmica entre os ex-chuteboxers deve ganhar mais um capítulo. Rich Franklin, que encara Wand no UFC 99, que acontece no dia 13 de junho, na Alemanha, em entrevista ao Dayton Daily News, disse que pretende ir para Los Angeles treinar com Anderson visando a preparação para a luta com Wanderlei. Procurado pela TATAME, Anderson disse que não foi procurado por Franklin, a quem nocauteou duas vezes, conquistando o cinturão middleweight do UFC.



“Não fui procurado por ele, mas ele vai enfrentar um brasileiro, então é difícil rolar alguma coisa. Não tenho nada contra o Franklin e nem contra o Wanderlei, são dois grandes lutadores. Se fosse em outra ocasião, eu treinaria com ele com certeza. A minha academia está aberta para qualquer um. Quem chegar lá pode fazer aula e se ele quiser ir não tem problema nenhum. Isso é a globalização do esporte”, declarou o campeão, que rumou para Los Angeles logo após a sua nona vitória consecutiva no octagon americano. “Estou ajudando o Rafael Feijão, o Fábio Maldonado, o Dan Dan e o resto da galera que vai lutar aqui e só depois destas lutas eu retorno ao Brasil”, finalizou.


Por Eduardo Ferreira

Foto Marcelo Alonso

Patrick Cote: "Thales estava com medo"



Antigo desafiante ao titulo dos médios do Ultimate, Patrick Cote analisou o duelo entre Anderson Silva e Thales Leites, no UFC-97. Para o canadense, que protagonizou outra atuação apagada de Anderson, Thales estava com medo do campeão.

“A luta foi chata! Pelo menos eu tentei lutar com (Anderson) Silva! Aquilo foi terrível. Ele (Thales) parecia muito nervoso e com medo. Eu não tive medo e quero (enfrentar) Silva novamente”, afirmou Cote, que esta na fase final da recuperação da contusão sofrida durante o combate com Anderson no UFC-90


superlutas

Rich Franklin alista antigo adversário para ajudar em sua preparação para o UFC 99


rich-franklinAnderson Silva tirou seu título e depois o esmagou numa revanche em frente ao público de sua cidade natal, mas o nativo de Cincinnati e veterano do UFC Rich Franklin conhece uma oportunidade quando a vê.

Fontes próximas a Silva, que ainda detém o cinturão da categoria dos médios, recentemente disse ao Dayton Daily News que o campeão aceitou treinar com Rich Franklin, que lutará com o perigoso Striker Wanderlei Silva no UFC 99 em 13 de junho na Alemanha. O empresário de Franklin dispensou comentários.

A primeira vitória de Anderson por nocaute técnico sobre Franklin foi em outubro e 2006, e ele conseguiu de novo numa revanche em outubro de 2007. Essas foram a segunda e a terceira derrota da carreira de Franklin, e elas acabaram com a aura de invencibilidade do lutador de 34 anos.

Franklin foi recentemente para Seattle para começar seu treinamento habitual com Matt Hume, e ele aparentemente passará algum tempo treinando com Anderson Silva na califórnia.

Silva, que tem um recorde de nove vitórias seguidas e cinco defesas de cinturão consecutivas no UFC, tem passado facilmente pela categoria dos médios do UFC. Mas Franklin foi um dos poucos que ofereceu algum desafio, então o treino parece favorecer aos dois lutadores.


mmanews


Anderson Silva quer super lutas antes de ir pra casa


O debate sobre quem é considerado o melhor lutador do mundo independente da categoria gira em torno de poucos nomes, como Anderson Silva, Georges St. Pierre, Fedor Emelianenko e Miguel Torres. Mas não se engane, apesar das críticas que Anderson tem recebido, ele ainda está no topo dessa lista.

No UFC 97, Anderson Silva bateu um record do UFC ao vencer nove lutas consecutivas no octagon. O fato histórico se perdeu em meio às críticas sobre sua luta com Thales Leites em Montreal. Silva venceu na decisão unânime mas não finalizou, apesar de ter machucado o Thales algumas vezes durante a luta.

Depois te ter limpado a categoria dos médios, Anderson Silva está à procura de super lutas no futuro.

"Eu apenas acho que o Anderson quer estar envolvido com as maiores lutas possíveis e com as maiores lutas que o UFC puder colocar pra ele. Pode ser na categoria dos meios pesados, na categoria dos médios, ou em algum peso combinado, não importa," disse Ed Soares ao MMAWeekly.com."Ele ainda tem quatro lutas em seu contrato e ele quer fazer delas as maiores lutas possíveis. Ele quer deixar um legado."

Uma luta com o campeão Georges St. Pierre vem sendo cogitada há algum tempo, mas como Silva já fez duas lutas na categoria de cima, subir para os meios pesados para disputar o título não está fora de questão. Uma luta com St. Pierre dependerá da performance do canadense contra Thiago Alves em 11 de julho no UFC 100.

A subida de categoria do Anderson dependerá do resultado da luta de seu parceiro Lyoto Machida contra Rashad Evans, no UFC 98.

"Se por alguma razão o Lyoto não tiver sucesso contra o Rashad no dia 23 de maio, quem sabe? Talvez assim nós vamos atrás desse título, mas por enquanto Anderson sente que o título da categoria dos meios pesados pertence ao Lyoto, que ele apenas não teve uma chance de lutar por ele ainda," disse Ed Soares. "Uma luta entre ele e Lyoto nunca irá acontecer. Ele apenas quer super lutas."

De acordo com Ed Soares, nós poderemos ver Silva de volta à ação em algum momento do outono (outono nos EUA), e até lá os vencedores de Dan Henderson vs Michael Bisping, Georges St. Pierre vs Thiago Alves e Lyoto vs Evans já estarão definidos, o que possibilitará o casamento das super lutas.


Fonte da tradução: www.mmanews.com.br
Fonte em inglês: www.mmaweekly.com

domingo, 26 de abril de 2009

UFC 11 Evento Completo


O UFC 11:The Proving Ground (Algo como "O que prova a terra") foi um evento de MMA da série Ultimate Fighting Championship realizado no dia 20 de setembro de 1996 em Augusta, Geórgia, Estados Unidos da América. Foi realizado em sistema de torneio com duas lutas reservas.
CD 1
Parte 1
Parte 2
Parte 3
Parte 4
Parte 5
Parte 6
Parte 7

CD 2
Parte1
Parte 2
Parte 3
Parte 4
Parte 5
Parte 6
Torneiro

Quartas de final
Semifinais
Final
















Mark Coleman



Julian Sanchez




Mark Coleman






Brian Johnston



Brian Johnston



Reza Nasri





Mark Coleman 2



Perdida


David L. Abbott



Sam Adkins




Scott Ferrozzo 1





David L. Abbott



Jerry Bohlander



Fábio Gurgel


1Jerry Bohlander saiu devido a lesão. Ele foi substituído por Scott Ferrozzo. ²Scott Ferrozzo foi incapaz de continuar devido à exaustão, tornando Mark Coleman vencedor por omissão.

[editar] Confronto final

* Mark Coleman contra Scott Ferrozzo

Vencedor da semifinal e suplente, Scott Ferrozzo foi incapaz de continuar e como os outros suplentes estavam também impossibilitados, Mark Coleman foi decalarado vencedor do UFC 11.

Clicando nos anúncios do Google você nos ajuda, deixando comentários nos motiva.

Quer divulgar eventos, lutas, lutadores ou notícias de sua região?

universoMMA@gmail.com

Tibau substitui Thiago Tavares no TUF 9 Finale

tibau


Gleison Tibau (17-6 MMA, 5-3 UFC) substituirá Thiago Tavares no TUF 9 Finale, que acontece no dia 20 de junho, em Las Vegas, evento que marcará o término da nona temporada do The Ultimate Fighter “U.S vs U.K.”


Tibau busca sua terceira vitória no ano. Em suas apresentações anteriores, derrotou Jeremy Stephens no UFC Fight Night 18 e Rich Clementi no UFC Fight Night 17 e busca sua terceira vitória consecutiva contra Melvin Guillard.
bsb

Matt Hughes: “Chuck Liddell ainda é uma ameaça”

matt-hughes-book

Matt Hughes (42-7) contrariou a opinião de grande parte da imprensa esportiva que concorda com Dana White a respeito da aposentadoria de outro veterano, Chuck Liddell:


“Acho que não.” Declarou ao MMAFanhouse.com. “Chuck ainda é perigoso para qualquer um. Qualquer um que ache que, se Liddell bater não irá para o chão, está errado. Ele é uma ameaça. Como amigo, espero que ele não deixe o esporte por duas razões: número 1, gosto dele e adoro assistí-lo. Número 2, ainda acho que ele é bom o bastante para fazer sérios estragos aos oponentes.”
Edu Ramos – Brasil Combate

Jiu-Jitsu e MMA invadem Marrocos


Faixa-preta de Carlson Gracie comanda o projeto
Por Carlos Eduardo Ozório - Portal das Lutas

Depois de invadir os emirados Árabes e Jordânia, mais um país deve se render ao jiu-jitsu. Faixa-preta de Carlson Gracie, Anselmo Montenegro será o responsável por desenvolver a arte suave na Guarda do Rei de Marrocos

“Vou a Marrocos desde 2001 e estive lá três vezes, quando fiz seminários para pequenos grupos de pessoas. O acesso à Guarda do Rei, que é a principal polícia do país, era muito difícil, mas consegui e parto na próxima terça-feira, com contrato de um ano, bom salário e toda a estrutura”, conta Anselmo.

Além de introduzir o jiu-jitsu no país, o faixa-preta terá outra missão. Para isso, contará com a ajuda de outra cria da Academia Carlson Gracie, o bicampeão mundial absoluto Amaury Bitetti.

“Vou com o objetivo também de formar um time de vale-tudo, para fazermos mais à frente um grande evento lá. Queremos colocar uns seis caras de Marrocos e alguns brasileiros para lutar contra atletas de todo o mundo e quem cuidará dessa parte de MMA comigo é o Amaury Bitetti. Ele vai visitar a gente lá, porque o negócio vai crescer bastante e não darei conta de tudo”, finalizou.
graciemeg

Frank Mir e Kenny Florian em defesa de Liddell



Frank Mir e Kenny Florian saíram em defesa de Chuck Liddell, que foi derrotado por Maurício Shogun no UFC 97, em que noite inesquecível para a torcida brasileira. Os candidatos a campeões das categorias peso pesado e leve comentaram a possível aposentadoria do Moicano no programa ESPN MMA Live:

“Acho que não é o fim do Chuck. Antes de tudo, não se pode tomar a decisão por outro homem. Não se pode dizer para pendurar as luvas. Ele tem que tomar a decisão sozinho. Contanto que ele esteja apto a lutar após os exames físicos, não vejo problema em permitir que ele tome essa decisão e termine sua carreira quando achar que deva fazê-lo.” Disse Mir.

Florian acrescentou: “Concordo com o Mir que, se não houver nada errado clinicamente com o Chuck, ninguém deve dizer que ele tem que parar de lutar.”

Ken-Flo acredita que, para continuar a lutar, o Iceman precisa melhorar seu treino e acha que é possível, mesmo aos 39 anos, evoluir como lutador e retornar ao octógono.

Pelo visto a campanha de Dana White a favor do fim de carreira de seu amigo de longa data não terá a aceitação dos principais astros esporte. Entre os famosos, somente Rashad Evans posicionou-se favorável à aposentadoria de Chuck. Se bem a opinião de quem o nocauteou não tem peso nesse momento.


Por mais que intenção do presidente do UFC seja plausível, tanto a mídia que cobre o esporte, fãs do atleta e colegas de profissão mostraram-se contrariados pela forma autoritária como Mr. White expôs sua opinião, sem mesmo consultar o maior interessado, Liddell.

bsb

sábado, 25 de abril de 2009

Dana White insiste em aposentar Chuck Lidell

chuck-e-dana

Em uma nova entrevista ao site InsideFighting.com, o presidente do UFC Dana White reafirmou seu desejo para que o ex campeão light heavyweight do UFC Chuck Liddell se aposente depois de amargar sua quarta derrota em cinco lutas no UFC 97.


“Chuck Liddell está muito rico. Chuck Liddell está feito. Ele não tem nada a provar a ninguém. Ele é o cara mais famoso do mundo. Eu o amo como a um irmão e não quero vê-lo se machucar. Não há razão para isso.”


White continuou expressando sua crença de que na idade de Lidell continuar lutando não seria agradável.


“Ele já tem quase 40 anos. Esses garotos com quem ele vem lutando agora são jovens, explosivos, rápidos e são bem treinados em todas as áreas do Mixed Martial Arts. Não há razão para Chuck Liddell estar lutando nessa idade. Eu não quero ganhar mais nenhum centavo em cima dele.”


Liddell informou que ainda tem mais uma luta no seu contrato com o UFC, mas parece que White não quer deixar a escolha de parar o continuar lutando nas mãos de Lidell.


“Acreditem em mim, será uma guerra se ele decidir não se aposentar acreditem em mim. Eu o amo. Ele me ajudou a construir esse negócio. Quando começamos ele ganhava de 500 em 500 e nós tínhamos um sonho dele ser uma grande estrela ganhando títulos e fazendo muito dinheiro… Nós fizemos tudo isso cara. Nós conseguimos. Acabou. Ele está com 40 anos, acabou.”

Por Vitor Targueta – Fórum MMA: Brasil Combate

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Entrevista com Anderson falando sobre o UFC 97

Dana: "Unidimensional", "Anderson me tirou do sério"


O presidente do UFC, Dana White, disse que o campeão middleweight Anderson Silva corre o risco de se tornar um lutador unidimensional, crítica que o empresário de Silva, Ed Soares, dirigiu aos últimos dois oponentes do Spider.

"Não concordo com Ed sobre a necessidade de o UFC precisar colocá-lo contra lutadores mais versáteis. Adversários unidimensionais? Anderson não está sendo unidimensional ao evitar o jogo de chão? Apenas querendo a trocação em pé?" disse White ao InsideFighting.com

O presidente do UFC disse que o comportamento de Anderson lhe "tirou do sério" e o deixou particularmente confuso pelo momento em que Anderson "estava dominando Thales no chão, espancando o desafiante, e, então, simplesmente parou, levantou e se afastou, gesticulando com as mãos como se Thales tivesse feito algo de errado".

Uma das principais preocupações de White é com a reação do público comprador de PPV a essa luta. Como sempre tem dito, em várias oportunidades, a emoção é o carro-chefe do produto oferecido pela empresa, sendo essa a razão que faz lutadores manterem contratos após derrotas, desde que continuem providenciando fogos de artifício.

Traçando um paralelo com Forrest Griffin x Stephan Bonnar, luta que marcou o fim de uma temporada do The Ultimate Fighter - e, segundo White, salvou o UFC, lançando-o na atual fase de proeminência [no cenário das lutas] - Dana perguntou retoricamente: "Agora, me diga: em que situação estaríamos se eles tivessem lutado como Anderson Silva e Thales Leites naquela noite? Se esta [Anderson x Leites] tivesse sido a primeira luta de MMA que assistiu, você estaria perguntando 'Que porra é essa que estão comentando? Porque todo mundo está dizendo que é fascinante? Esta merda é a pior luta que vi na minha vida'."

Estão circulando rumores de possível descontentamento de Anderson Silva desde que o UFC negou o pedido de licença para um combate de boxe com Roy Jones Jr. Mas o campeão tem reiterado que não tem nenhum problema com White, UFC ou seu contrato, e atribui seus dois últimos desempenhos (a luta contra Cote também foi duramente criticada) a um novo e conservador estilo.

White parece não ter concordado com as explicações do Spider.

"Se Thales tivesse feito algo para deixar Anderson furioso, garanto que você teria visto o mesmo Anderson Silva que vimos durante dois anos e meio. Dan Henderson travou ele, deixando-o frustrado no primeiro round. Veja o que ele fez a Nate Marquardt ou Chris Leben. Chris Leben tem um queixo de concreto", disse Dana. "Meu problema com Anderson Silva, nesse momento, é que, por alguma razão, ele perdeu o instinto assassino".

Apesar de White ficar claramente furioso com a luta [principal do UFC 97] - ele afirma ter sido o único a, publicamente, pedir desculpas pelo ocorrido -, ainda não se ouviu qualquer comentário sobre alguma punição a Anderson Silva. White, porém, não é do tipo que reage bem à insubordinação, real ou imaginária, e, se eram questionáveis antes da luta com Thales Leites, agora os rumores de algo errado entre ele e Silva não podem ser negados.

John Joe O'Regan
Fighters Only Magazine
23/04/09 - Dana: "One dimensional" Anderson is "driving me crazy"
Disponível em: http://www.fightersonlymagazine.co.uk/news...cle.php?id=2288
Tradução própria

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Never Surrender (Never Surrender-2009) DVDRip



Quando um campeão mundial de MMA é atraído para o submundo das lutas ilegais ele logo percebe que a única saída é matar ou ser morto. Em um lugar onde alguns lutam pela glória, ou lutam pela luta, ele irá lutar pela sua vida

Titulo Original: Never Surrender
Pais: EUA
Ano de Lançamento: 2009
Tempo de Duração: 98 minutos
Genero: Ação
Direção: Hector Echavarria





Elenco:
Hector Echavarria ... Diego Carter
Patrick Kilpatrick ... Seifer
James Russo ... Jimmy
Silvia Koys ... Sandra
Anderson Silva ... Fighter
Georges St. Pierre ... Georges
B.J. Penn
Fileena Bahris ... Club Girl
Joanne Bahris ... Lady at bar
Carey A. Campbell ... Bookie
Lateef Crowder ... Marco

Qualidade> DVDRip
Tamanho: 700mb
Midias: 1

Download de Torrent e Legenda

Trailer

MTV Bully Beatdown Episode 5

Para ver todos os episódeos clique aqui

MTV Bully Beatdown Episode 4

MTV Bully Beatdown Episodeo 3



Grandes momentos do Shogun

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Thiago Alves treina com Wand para encarar GSP

UFC 2009 Undisputed para X Box

O jogo mais esperado do ano.

Tamanho: 530.3 MB




Clicando nos anúncios do Google você nos ajuda, deixando comentários nos motiva.
universoMMA@gmail.com

UFC 97 (Full Event) - confira o evento completo.

UFC 97: Anderson Silva vs. Thales Leites





UFC 97: Nate Quarry vs. Jason MacDonald

UFC 97: Cheick Kongo vs Antoni Hardonk

Luis Cane "Banha" vs. Steve Cantwell


uf

Entrevista Anderson Silva pós UFC, "o Wand é um grande campeão e merece meu respeito"


http://image.examiner.com/images/blog/wysiwyg/image/AndersonSilvabelt.jpg
Anderson Silva fez história no UFC. Mais uma vez colocando seu cinturão em jogo no UFC 97, o brasileiro venceu sua nona luta consecutiva e se consagrou com o maior vencedor da história do evento, superando as marcas de Royce Gracie e Jon Fitch. Porém, muito se falou sobre a atuação do campeão na luta contra Thales Leites, quando precisou, pela primeira vez, dos cinco rounds para vencer o combate, na decisão dos juizes. Para responder aos questionamentos dos fãs, a TATAME foi atrás de Anderson, respondeu aos críticos uma entrevista exclusiva, onde falou sobre Thales, Wanderlei Silva, a vitória de Shogun e muito mais.


O que achou da luta? Saiu tudo como você estava esperando?

Mais uma vez conseguimos fazer nosso trabalho. Só fiquei chateado de ter lutado com o Thales, não fiquei feliz com isso, mas trabalho é trabalho. A luta foi boa, acho que a gente conseguiu ter um bom aproveitamento no que treinamos, nossa estratégia foi boa, imaginamos o que o Thales poderia fazer e, graças a Deus, os treinadores conseguiram me ajudar e foram perfeitos, cada um na sua especialidade. Todo mundo me ajudou e estou muito feliz com o meu trabalho. As experiências que estamos fazendo, tudo o que estamos estudando tem dado certo.


Como você se sente sendo o recordista de vitórias no UFC, superando o Royce Gracie?...

Poxa, cara... Ser o campeão do evento que o Mestre Rorion Gracie introduziu nos Estados Unidos e podendo chegar perto... Não quero nunca que haja essa comparação, quem sou eu para ser melhor ou pior que o Mestre Royce. Mas, podendo de uma forma ou outra representando o Brasil, que o título continua no Brasil, então continuo honrado por conseguir esse feito e poder manter o cinturão aqui.


O que você achou das críticas que vem recebendo após a luta?

A cada dia que passa a gente vai ficando mais velho, o reflexo não é mais o mesmo... Lutar com um garoto como o Thales e tentar fazer coisas que talvez me colocassem em risco não seria bom para a minha carreira. De uma forma ou de outra ele lutou bem, veio bem preparado, mas eu teria muita coisa a arriscar. Eu não vou arriscar uma coisa que demorou muito tempo para eu conquistar. Acho que os fãs estão falando, criticando... Cada um tem sua opinião, tenho que respeitar a opinião deles, afinal de contas eles estão sempre lá aplaudindo, mas, de uma forma ou de outra, estou feliz, consegui fazer bem o meu trabalho. Toda a minha equipe ajudou para que chegássemos onde estamos e não tenho muito o que falar. Infelizmente, nem sempre dá para fazer o que as pessoas querem. Procuro lutar para não me machucar e isso tem dado certo durante todos esses anos. Às vezes posso lutar mais rápido, outras vezes não, e uma luta conservadora, mostrando superioridade, é melhor pra mim, para a minha carreira e os atletas que lutam comigo. Até porque o Thales é um atleta perigoso e não poderia arriscar uma coisa a mais.


A estratégia do Thales te surpreendeu?

Não. Acho que a gente estava ciente e tínhamos treinado todo o que ele poderia fazer. Ele viria preparado e determinado a vencer, mas a gente conseguiu anular o jogo dele. Queria agradecer ao Lyoto (Machida), André Galvão, Mestre Sylbio Behring, (Josuel) Distak, pessoas que foram determinantes para que essa luta acontecesse e conseguíssemos esse resultado. O trabalho que fiz com o Nogushi, Rogério Camões, Macarrão e todas as pessoas que me deram uma força para que eu chegasse bem preparado nessa luta. Acho que consegui honrar o Jiu-Jitsu nogueira, mostrar que fiz jus ao Jiu-Jitsu que aprendi o tempo todo... Conseguimos fazer o que nos propusemos e, infelizmente, nem sempre dá para ser como as pessoas querem, fazer o que... A gente tenta. Quero pedir desculpas ao Thales, o Dedé (Pederneiras) e a equipe Nova União. Já treinei várias vezes na Nova União, com o Dedé, Mestre Shaolin, e não gostei de fazer essa luta, mas, somos profissionais. Gostaria de dar os parabéns ao Thales, ele é um grande lutador.


Depois do terceiro round, o Feijão e o Distak falavam para você soltar o jogo e partir para cima. Porque você decidiu manter a estratégia dos rounds anteriores?


A gente estava conseguindo anular o jogo do Thales e não ia mudar a estratégia. A gente conseguiu, do primeiro ao último round, anular totalmente o jogo do Thales, apesar da pontuação dos juizes ficar meio maluca, não sei que lutas eles viram, mas a estratégia que fizemos foi boa. O Distak falou para eu fintar mais, atingir mais os meus golpes, e todas as instruções que o Feijão passou eu fiz e isso nos trouxe mais uma vitória. O tipo de treinamento que a gente faz, a estratégia que a gente faz para cada luta, tem trazido um resultado positivo. Enquanto estiver assim, não temos que mudar nada. Vamos sempre procurar surpreender o adversário, confundir eles e minimizar as chances de erro.


Você já bateu grande parte dos lutadores tops do UFC na sua categoria... Isso te desmotiva a continuar lutando no seu peso?


Não, muito pelo contrário. Estou muito motivado a lutar, continuo feliz de estar fazendo o meu trabalho, mas é como te falei. Não sou mais um garoto, tenho muito a perder. Demorei tanto tempo para chegar até aqui e a gente, conforme chega a idade, faz lutas mais conservadoras, não vou me expor e ser nocauteado. Tenho que ser o máximo eficiente possível com qualquer adversário que lutar e é isso que estamos nos propondo, com tanto estudo que temos feito em cima dos adversários, treinamentos, vendo vídeos, conversando com várias pessoas... As pessoas não tem noção, a gente ficou quase um mês inteiro conversando com toda a equipe técnica, nosso médico, fisiologista, várias pessoas, para ver o que poderíamos ou não fazer durante a luta. Estou muito feliz pelo resultado, consegui usar pessoas que estão dispostas a me ajudar na parte técnica, física e teórica. E isso está trazendo resultado. Estou feliz, estou motivado, amo lutar no UFC, mas as pessoas tem que entender que luta é luta, estou fazendo uma luta que conserve a minha saúde, técnica, e que seja sempre assim, superior em alguns momentos da luta. Uma hora vou perder, não sou imbatível, mas o controle que fazemos não tem nada de errado.


Qual o próximo passo para você no UFC? Vai defender seu cinturão ou subir de peso?


Eu ainda não pensei nisso. Ainda tenho um trabalho a fazer. O Feijão vai lutar, o Maldonado, o Corvo... Agora é focar neles até acabar o trabalho, aí vamos ver o que vai ser feito: se vou lutar na categoria de cima ou colocar ou cinturão em jogo. A gente vai trabalhar, procurar fazer nosso trabalho de uma forma bem diferente, inteligente, para que possamos minimizar cada vez mais as chances de erro.


E o que você achou da vitória do Shogun?

O Shogun é um garoto novo, tem tudo pela frente. Todo mundo tem sua fase ruim, ele passou por uma e superou, uma época em que ele não estava bem, teve problemas pessoais, lesões, e ele, bem treinado, já provou que é candidato ao título, apesar de eu estar torcendo para o Lyoto. O Shogun está no caminho certo, fazendo o trabalho dele... A gente teve a oportunidade de estar juntos, ele estava focado, mas eu considero o Chuck um dos melhores lutadores da categoria. Ele é uma lenda do UFC e tem que ser respeitado, ele acabou nocauteado, isso acontece. Luta é luta e agente tem que relevar e pensar em alguns assuntos quando acontece isso. O Shogun está de parabéns, ele se reencontrou e vai dar muito trabalho nessa categoria.


Você acha que o Liddell deva se aposentar após essa derrota?

Acho que não. O Liddell é uma referencia do UFC, e, particularmente, se isso acontecer eu vou ficar muito triste, porque ele e o Couture são referencias do UFC, a cara do UFC. Ele tem que falar com a sua equipe, sua família, mas eu acho o Chuck uma pessoa fantástica, um grande campeão, tem que ser respeitado por tudo o que já fez e ainda faz... Sair na mão com um cara como o Shogun, um garoto novo, é difícil... Temos que tirar o chapéu para ele, porque já fez lutas memoráveis e, independente de ser americano ou não, já deu muitas alegrias a todos que o viram lutar.


O que você achou das declarações do Wanderlei, rebatendo sua entrevista ao Sensei Sportv e dizendo que você está “muito poderoso” e que “a guerra está declarada”?

Olha, eu não tenho nada contra o Wanderlei, acho que cada pessoa fala o que quer. Ele pode falar o que quiser, mas não considero nenhuma guerra declarada, até porque sou muito bem resolvido em relação ao que fiz e faço dentro do UFC. Independente de tudo, quero deixar bem claro a todo mundo que não cheguei aqui à toa, não sou nenhum bobo. Comecei como qualquer outro lutador, fiz um trabalho bem feito e o Wanderlei é um grande campeão, merece todo o meu respeito. As pessoas falam que eu comentei sobre treino... Não comentei sobre treino, até porque isso não tem sentido, É um código de honra que todo faixa-preta tem... As pessoas falam o que elas querem. Eu respeito todo mundo, o Demian, Thales, Wanderlei, todos os meus adversários. Nunca faltei com o respeito a ninguém, mas também não tenho medo de ninguém. Estou aí pra lutar com quem for, sempre lutei, mas sobre esse comentário aí, “guerra”... Primeiro, para haver uma guerra tem que haver desavenças. Estou tranqüilo, não estou preocupado com isso e as pessoas têm que parar de falar de mim. Falar de mim é fácil, difícil é ser eu. Eu não falo de ninguém, respeito todo mundo. Cada um tem sua limitação, cada um tem seu ponto forte e fraco, mas não estou preocupado com isso, estou preocupado em ajudar o Feijão para sua luta, o Corvo e, depois, a luta do Minotauro.


Mais uma vez, se de repente eu falei alguma coisa que ele falou que não foi coerente, acho que ele entendeu errado. A gente tem que se respeitar, até porque, de onde a gente veio, uma fofoca dá porrada. Gosto dele, quando ele lutou contra o Chuck eu fiquei me esgoelando na torcida, fui ao vestiário dele quando a luta acabou, mas, enfim... Sempre torci para ele vencer suas lutas, vou fazer de conta que isso não aconteceu, porque é ridículo. Às vezes as pessoas induzem a gente a falar algumas coisas, mas eu não falei nada que supostamente fosse desrespeito ao Wanderlei. Realmente, eu falei do Demian, porque acho um pouco de pretensão o Demian ficar comentando que quer disputar o cinturão. Eu nunca fiz isso, sempre respeitei todo mundo. Quando eu lutei pela primeira vez no UFC, não pedi pelo cinturão, me credenciei a isso. Nunca desafiei nenhum campeão, acho que com isso seria pretensioso e não estaria sendo eu mesmo. Mas estou tranqüilo, cada um sabe o que faz. Desejo a todas essas pessoas que estão falando que sejam felizes, não estou preocupado com isso. Meu trabalho está sendo bem feito e não estou preocupado em fazer fofoca.

UFC 98



Confira outro vídeo bem produzido:

Dana White UFC 97 Video Blog


Para treinador Liddell não deve se aposentar

http://mrsunshinevegas.files.wordpress.com/2007/09/hackleman.jpg
Hackleman: '' Isto estará acabado quando Chuck disser que está acabado, vamos sentar em uma praia, provavelmente no Havaí, para somente dizer, você sabe o que está acontecendo? Então decidiremos. Não depois de uma luta em que ele foi derrotado por um dos melhores lutadores do mundo, isto não é tempo de decidir se é hora de parar ou não. Ele foi nocauteado duas vezes em toda sua carreira, não é tempo de parar por causa disto. ''


mmamania

Wand:"Quero revanche..."



Wanderlei Silva, astro que protagonizará o UFC 99 – evento que acontecerá pela primeira vez na Alemanha – contra Rich Franklin, esteve em Montreal para assistir o retorno de seu amigo e ex-companheiro de treino, Maurício Shogun, que derrotou Chuck Liddell de forma devastadora no sábado passado. Wanderlei comentou os rumores acerca da aposentadoria do moicano e a luta principal da noite, válida pelo cinturão da categoria dos médios, entre os brasileiros Anderson Silva e Thales Leites.

“Chuck não vai parar. Ele continua com gás e em boa forma física e ele não perdeu para um adversário fácil, ele perdeu para o Shogun, que é um lutador incrível, entende? Ele não precisa parar ou se preocupar porque ele precisa me dar a revanche e não quero que ele pare antes de lutar comigo de novo.”

FONTE : Brasil Combate

MMA Notícias Humor: Breaking The Arm Bar Defense.

Perguntas e respostas para GSP





Na conferência pós-luta do UFC 97, Chuck Liddell e Ed Soares saíram em defesa de Anderson Silva quando um repórter questionou acerca da motivação do campeão no octógono.

Silva foi questionado se estava com medo de atacar Thales Leites e disse que Anderson estava satisfeito por brincar de gato e rato com seu oponente. Liddell imediatamente entrou na discussão e disse que Anderson não conseguia lutar porque Thales se jogava no chão em posição de guarda em vez de contra-atacar.

“Toda vez que Anderson socava Thales caía de costas. Quero dizer seriamente que ele estava atacando durante o tempo todo . Disse o moicano, que ouviu do repórter: Eu o tenho visto mais explosivo. Irritado, Chuck respondeu: É muito difícil quando se é um striker e enfrenta um cara que está caindo de costas.

Ed Soares, intérprete e agente do brasileiro, disse que Thales não foi preparado para lutar e acrescentou: São necessários dois caras para lutar.

Anderson Silva permaneceu o tempo inteiro com um sorriso estampado na face fazendo um gesto que dava a entender que estava aborrecido com a pergunta.

Confira a entrevista completa:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...