quinta-feira, 30 de setembro de 2010

The Ultimate Fighter – S012 Ep 3

José Aldo faz sua segunda defesa de título do WEC

Conversei com José Aldo nesta terça-feira, dois dias antes de fazer sua segunda defesa de título do WEC.

Ele vai enfrentar o wrestler Manny Gamburyan na luta principal da noite.

Veja o bate papo.

José Aldo

Como você está chegando para mais uma defesa de cinturão?

Estou muito focado. Nós fizemos a base de treinamentos no Brasil, mas nas últimas semanas nós viemos para os Estados Unidos devido à questão da altitude. Estamos bem, está tudo certinho.

Para qual cidade você foi para se adaptar à altitude?

A cidade da luta mesmo (Broomfield). Eu treinei para que eu pudesse me adaptar a altitude daqui. Nós chegamos aqui com duas semanas de antecedência para fazer uma parte do treinamento aqui. Graças a Deus treinamos bem e está tudo certinho. Agora estou muito focado para essa luta.

Você levou vários parceiros de treinos com você, não é mesmo?

Veio o Diego Nunes, que também vai lutar, o Marlon Sandro, o Luis Beição e o Léo Santos. Estão todos aqui comigo.

E o seu adversário, quaisos pontos fortes dele?

O cara é muito duro. Ele é um wrestler e ele tem uma arma dura que é o soco cruzado, mas treinando para isso está tudo bem.

Você se surpreendeu ao vê-lo vencendo o Mike Brown?

É luta e eu acho que luta é assim. Se ele surpreendeu, eu acho que sim. Em minha opinião o Mike era o favorito, mas ele acertou um bom golpe e não deu chances para o Mike.

Seu parceiro de treinos, o Diego Nunes, também vai lutar no mesmo evento. Como ele chega pra essa luta?

Ele está bem. Ele também fez um trabalho no Brasil e treinou lá com a gente. Ele está bem focado e com a cabeça boa. Eu acho que vai dar tudo certo.

No evento vão acontecer várias boas lutas e a sua é mais uma vez a principal. O que você achou desse card?

Com certeza, é um excelente card. Eu acho que como é a primeira vez que estão vindo aqui para a altitude, eles procuraram fazer um bom card para chamar bastante a atenção.

E como você está vendo essa divisão de leves do UFC após a derrota do BJ Penn? Já está de olho nessa categoria?

Isso eu tenho que ver ainda. Também tenho que falar com o Dedé sobre o assunto. Eu tenho de fazer o meu trabalho e com o tempo ver o que será melhor para mim. Se eles acharem que é melhor, eu subo, mas senão ficamos na mesma. Não terá problema nenhum.

Nos últimos meses, a Nova União conquistou novos cinturões com o Marlon Sandro e o Luis Beição. Como você viu essas conquistas?

Isso é fruto de um trabalho que nós já estamos fazendo há um longo tempo e também da parceria de todo mundo. Nós estamos com grandes lutadores e acho que podem vir mais campeões por aí. Muitos que ainda não são campeões atualmente ainda vão se consagrar. Apesar disso, temos de manter os pés no chão e trabalhar muito que tudo vai dar certo.

Qual a importância do Dedé para vocês? Nós estávamos falando de títulos e novos campeões, qual a importância dele nisso?

É uma relação de confiança, ele é um comandante. Nós dependemos dele e eu acho que é ele quem dita as regras. Desse jeito está ótimo. Se você for fazer uma base de treinamentos por sua cabeça, você terá de ter muita fé. Mesmo que você esteja muito bem, eu acho que sempre será necessária a presença de um comandante. Ainda mais com a experiência do Dedé que é um cara que está sempre ali para dar um toque e falar uma palavra importante. Ele está sempre conosco e ele é fundamental. Ele olha as práticas e diz o que é bom para mim, para o Marlon, Beição, Léo e todos os outros que estiverem lutando aí. Ele é uma grande pessoa e é fundamental para todos nós.
http://espnbrasil.terra.com.br/gleidsonvenga/post/151372_JOSE+ALDO+FAZ+SUA+SEGUNDA+DEFESA+DE+TITULO+DO+WEC

Promessa de noite explosiva no WEC 51

quinta-feira, 30 de setembro de 2010 - 09:10:01

Foto Josh Hedges

O “mini-Anderson Silva” estará de volta à jaula do WEC na noite de hoje. Colocando o cinturão dos pesos penas em jogo contra o perigoso Manny Gamburyan, o manauara José Aldo promete uma noite inesquecível para os fãs. “Ele é um grande lutador, e terá a oportunidade de ter o que eu tenho. É lógico que ele traz perigos, mas eu treinei certinho e estou tranquilo... A pressão existe pelo fato de ser campeão, mas eu entro lá e esqueço isso”, garante Aldo, que nocauteou seus seis primeiros oponentes no WEC, além de ter tratorizado Urijah Faber em abril deste ano.

Ex-participante do reality show do UFC, Gamburyan quer chegar ao topo da categoria, e promete atropelar o brasileiro. “Para ser sincero com você, eu respeito José Aldo. Ele é um verdadeiro campeão. Ele é um lutador fenomenal, mas o que ele puder fazer, eu também posso. Ele é um striker melhor, mas, definitivamente nós todos sabemos que eu posso trocar também. Eu posso bater forte. Eu estou em um camp por quase cinco meses e eu já estou enjoado disso. Eu só quero ir lá e acabar com ele”, contou o gringo ao site MMA Nation.

O WEC 51, que contará ainda com os ex-campeões Miguel Torres, Jamie Varner e Mike Brown, ainda terá a participação do brazuca Diego Nunes, que encara Tyler Toner entre as lutas preliminares. “Ele é um cara duro, um striker, trocador, e pelo que eu vi nas lutas dele é completo... Eu estou indo para jogar tudo: vou trocar, botar para baixo, fazer chão... Eu vou para vencer a luta. O MMA é um xadrez e eu vou precisar de muita coisa para ganhar esse jogo, e a galera aqui está toda no clima e, com certeza, vai dar tudo certo”, promete.

Confira abaixo o card completo e confira, a partir das 22 horas, a cobertura em tempo real do WEC 51 pelo Twitter da TATAME.

CARD COMPLETO (sujeito a modificações):

WEC 51

Colorado, Estados Unidos

Quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Card principal:

- José Aldo enfrentará Manny Gamburyan;

- Miguel Torres enfrentará Charlie Valencia;

Donald Cerrone enfrentará Jamie Varner;

- Chan Sung Jung enfrentará George Roop;

- Leonard Garcia enfrentará Mark Hominick;

Card preliminar:

- Mike Brown enfrentará Cole Province;

- Chris Horodecki enfrentará Ed Ratcliff;

- Antonio Banuelos enfrentará Chad George;

- Demetrious Johnson enfrentará Nick Pace;

- Diego Nunes enfrentará Tyler Toner;

- Pablo Garza enfrentará Tiequan Zhang.

Fabio Maldonado comenta contratação e estreia no UFC

Foto Divulgação

Foto Divulgação

Por Eduardo Cruz, repórter do blog

Fábio Maldonado será o único brasileiro escalado para o UFC 120, no Reino Unido

Os fãs brasileiros foram surpreendidos pela grata notícia da contratação de Fábio Maldonado pelo UFC. O blog Mano a Mano não perdeu tempo e entrou em contato com o lutador que comentou sua estreia no UFC 120, que rola no dia 16 de outubro, em Londres, Reino Unido, contra James McSweeney.

“Quem intermediou a contração foram o Minotauro e o Alex Davis” revelou em primeira mão. “O contrato é de quatro lutas e a estreia foi marcada em cima da hora mesmo mas é uma oportunidade que não posso perder”.

“Não conheço o adversário. Sei que é trocador com origem no Muay Thai mas meu carro chefe é o boxe e com certeza vou trocar” disse o treinador de Antonio Rodrigo Nogueira. “Sem dúvida luto com qualquer um da categoria até 93 e é claro que o Minotouro não conta nesse qualquer um”.

O recém-contratado é mais um brasileiro a atuar na categoria meio-pesado que já possui Maurício “Shogun” Rua, Lyoto Machida e Thiago Silva entre os principais atletas. Maldonado – que segue hoje para Florianópolis para treinar com Thiago Tavares -, finalizou o papo agradecendo os amigos responsáveis pelo sucesso de sua carreira de dezessete vitórias e três derrotas.

“Agradeço a todos que torceram por mim, aos meus patrocinadores, Alex Davis, aos meus grandes irmãos Minotauro, Paulo Manzini, Rui, Denis, Thiago Tavares e Minotouro e principalmente a Deus. O que prometo é que mais uma vez vou trocar e dar tudo de mim. Abraços a todos”.

Fábio substitui Tom Blackledge, que foi retirado do card por motivo não divulgado pela organização americana. O atleta da Team Nogueira vem de sequência de dez vitórias, sendo a última por nocaute sobre Nelson Martins no First Class Fight 4, realizado em junho.

O UFC 120 terá como principal atração os dois ingleses mais importantes da atualidade no MMA. Michael Bisping enfrenta Yoshihiro Akiyama, além de Dan Hardy vs Carlos Condit. Confira o card completo.

Michael Bisping vs. Yoshihiro Akiyama
Dan Hardy vs. Carlos Condit
John Hathaway vs. Mike Pyle
Cheick Kongo vs. Travis Browne
James Wilks vs. Claude Patrick
Cyrille Diabate vs. Alexander Gustafsson
Rob Broughton vs. Vinicius Kappke de Quieroz
Steve Cantwell vs. Stanislav Nedkov
Paul Sass vs. Mark Holst
Spencer Fisher vs. Curt Warburton
James McSweeney vs. Fabio Maldonado

http://gustavonoblat.blog.terra.com.br/

Anderson Silva no UFC Sem Limites

domingo, 26 de setembro de 2010

UFC 119 - Torrent



Ryan Bader vs Rogerio Nogueira


Frank Mir vs Cro Cop


Jeremy Stephens vs Melvin Guillard


CB Dollaway vs Joe Doerksen


TJ Grant vs Julio Paulino


Waylon Lowe vs. Steve Lopez


Chris Lytle vs Matt Serra

sábado, 25 de setembro de 2010

UFC 119: Thiago Tavares com fome de vitória contra Pat Audinwood

Foto UFC

Foto UFC

Por Eduardo Cruz, repórter do blog:

Thiago Tavares enfrenta Pat Audinwood em busca de boa apresentação no UFC

O casca-grossa Thiago Tavares – lutador da categoria peso leve (até 70Kg) do UFC – chegou à organização americana em 2007, invicto com dez vitórias na carreira. No Ultimate, venceu quatro vezes, foi derrotado em três oportunidades e vem de um empate em sua apresentação mais recente contra Nick Lentz, em janeiro deste ano.

O brasileiro volta hoje à ação no UFC 119 contra Pat Audinwood, um lutador com maior envergadura, bom dec hão e ótimo wrestler, de acordo com o próprio Thiago, que interrompeu sua concentração para uma conversa rápida com o Blog Mano a Mano. Confira o que a fera falou em exclusividade ao blog.

“Estou me sentindo muito bem, a preparação para a luta foi perfeita e estou 100% focado. Bater o peso sempre é complicado, mas já estou acostumado. Preciso voltar a fazer boas apresentações como havia feito no passado para mostrar que o Thiago Tavares está de volta, recuperado das contusões e com fome de vitória”.

“O Pat Audinwood é bem mais alto do que eu, tem boas habilidades no chão, um wrestling muito bom e é perigoso com a sua envergadura, da qual se utiliza para aplicar socos e chutes. Vou jogar em cima das cartas que ele propor” comentou a fera que sonha em revanches contra Matt Wiman e Kurt Pellegrino.

Thiago encerrou a conversa agradecendo os fãs que sempre o apoiaram ao longo da vitoriosa carreira e prometendo dar o sangue para obter mais uma vitória no maior evento de valetudo da atualidade.

“Gostaria de agradecer a todos os meus fãs que sempre torcem por mim e que sabem que independente de qualquer coisa literalmente darei meu sangue para vencer. E vocês sabem o que esperar quando vêem o nome Thiago Tavares no octógono: muita vontade e sede de vitória. Para quem quiser saber mais sobre minha carreira, me sigam no twitter @TavaresMMA. Muito obrigado a todos”.

Rogério “Minotouro” Nogueira é o outro brasileiro escalado para o UFC 119, que acontece amanhã em Indianápolis, Estados Unidos, onde enfrenta o americano Ryan Bader. Todos os lutadores bateram o peso hoje e estão confirmados para mais um show de lutas do Ultimate Fighting Championship, que terá cobertura completa do blog Mano a Mano, logo mais, a partir das 23 horas, horário de Brasília.

Para ver ao vivo o UFC 119 clique aqui ou aqui hoje à noite. O canal Combate, da Globosat, também exibe o evento.

http://gustavonoblat.blog.terra.com.br/

Rickson Gracie resgata origens e critica MMA moderno: ‘não tem nada de interessante’

23 de Setembro de 2010 21:03

Por Fernando Zanchetta, especial para o Yahoo! Esportes

Durante a carreira, Rickson Gracie subiu em tatames e ringues 460 vezes oficialmente. Venceu todas e adquiriu status de lenda. A seu lado, o companheiro fiel em todas as empreitadas: o jiu-jitsu, arte marcial japonesa repaginada no Brasil por seu pai, Hélio, e praticada como religião pelos inúmeros membros do clã há mais de 80 anos.

Conforme a arte suave ganhava notoriedade mundial com o boom nos anos 1990, Rickson engrossava o currículo com vitórias marcantes. Hoje aos 51 anos, a idade e consequências físicas mais severas dos anos como competidor finalmente o fizeram ‘pedir água’, mas apenas de forma indireta. Para sanar a obsessão por vitórias e manter a motivação em dia, persiste em lapidar a joia mais preciosa da família. Após quase duas décadas em Los Angeles (EUA), voltou ao Rio de Janeiro e caiu na estrada para ministrar seminários pelos quatro cantos do País.

O circuito de palestras e treinos - que semana passada esteve em São Bernardo, no ABC paulista (onde foi realizada esta entrevista exclusiva) -, já esteve em 15 cidades brasileiras. O próximo passo de Gracie será retornar ao Japão, onde lançará livro de auto-ajuda intitulado ‘O Caminho da Invencibilidade’. “Tudo na vida é baseado em estratégias, você precisa ser invencível em muita coisa no dia-a-dia”, ele diz. “Chamo isso de conceito do poder invisível. Em nosso caso basicamente utiliza a parte teórica e filosófica do jiu-jitsu como apoio para melhorar a rotina em aspectos de cumplicidade, perseverança, paciência e sucesso”.

Foto: Getty Images

O tom doutrinário de Rickson segue na prática de cada movimento do seminário. Cerca de 100 alunos ouviram e praticaram atentos os ensinamentos do aclamado atleta. O foco residiu sobre detalhes específicos relativamente esquecidos em cada fundamento. “Essência e base são fatores que fazem as pessoas e compreender valores. É justamente nisso que reside meu trabalho agora”, explica.

Sem graça - Participante do vale-tudo na época em que as disputas eram travadas praticamente sem regras e sem tempo de duração determinado, Gracie desaprova o panorama do MMA atual.

Ele afirma que sente falta quando as disputas do tipo eram usadas apenas para saber qual estilo de luta era o melhor, e categoriza a modalidade de hoje como esporte extremo e calcado no puro atleticismo. “Não tem mais nada de interessante. Todos treinam do mesmo jeito e sabem as mesmas coisas. Com tempo de duração curto de cada round, não há mais como traçar táticas defensivas e baseadas na paciência para vencer, que é o que prega nossa arte. O MMA é quase todo baseado na loteria de trocar golpes. Aí dá para ter um campeão por semana”, criticou.

“Os campeões (de MMA) pensam que são bons, mas ninguém sabe se defender. Aquela postura do (Rodrigo) Minotauro, do ‘bate na minha cara que bato na sua’, é incondizente. Lutador de jiu-jitsu tem de subir no ringue para aproveitar os erros do adversário e sair de cara limpa. Paciência não é passividade. A precisão técnica da arte que permitia sobreviver nas situações mais difíceis se perdeu”, concluiu Rickson, que mesmo sem concordar com a dinâmica atual, destaca o peso médio paulista Demian Maia como o grande representante da arte suave dentro do MMA.

“Ele ainda mantém a semente em alguns aspectos. Mas se ficar muito nessa de aprender boxe, vai se confundir. Meu pai sempre me disse que nunca lutou para vencer, e sim para não ser derrotado. Isso resume tudo”, concluiu.

Próxima etapa – O UFC 119 será realizado em Indianápolis (EUA), no próximo sábado (dia 25). O Canal Combate trasnmite as lutas a partir das 23h. No card principal, destaque para o meio-pesado brasileiro Antonio Rogério ‘Minotouro’ Nogueira, que tentará a terceira vitória consecutiva no evento. O oponente da vez será o norte-americano Ryan Bader.

Rodrigo ‘Minotauro’ Nogueira (irmão de Rogério) faria a revanche contra Frank Mir nos pesados. Mas o lutador resolveu se ausentar para fazer cirurgia no joelho esquerdo e no quadril. O experiente croata Mirko ‘Crocop’ Filipovic (ex-campeão do Pride, extinto evento japonês) será o substituto.

No card preliminar, o peso leve catarinense Thiago Tavares volta ao UFC após o empate com Nik Lentz, em janeiro (UFC Fight Night 20). Ele vai encarar Pat Audinwood.

A cobertura completa você acompanha no Yahoo!

Card Principal

Mirko ‘Crocop’ Filipovic vs Frank Mir

Ryan Bader vs Rogério ‘Minotouro’ Nogueira

Chris Lytle vs Matt Serra

Evan Dunham vs Sean Sherk

Melvin Guillard vs Jeremy Stephens

Card Preliminar

Mark Hunt vs Sean McCorkle

C.B. Dollaway vs Joe Doerksen

Joey Beltran vs Matt Mitrione

Pat Audinwood vs Thiago Tavares

Steve Lopez vs Waylon Lowe

TJ Grant vs Julio Paulino

http://br.esportes.yahoo.com/colunas/rickson-gracie-resgata-origens-e-critica-mma-moderno-esportes-724.html

domingo, 19 de setembro de 2010

Anderson Silva em os Legendários

Poster UFC 123

UFC 123

Anderson Silva no Uol







UFC 119 Mini-Preview

Chael Sonnen é pego no anti-doping

Chael Sonnen

Uma reviravolta surpreendente aconteceu nos bastidores do maior torneio de MMA. Nessa noite, foi revelado que o contender numero um dos médios do UFC, o americano Chael Sonnen, testou positivo em seu exame anti-doping pós-luta no UFC 117, onde enfrentou o brasileiro Anderson Silva, o que coloca uma tremenda interrogação na sua revanche, programada para o card de fim de ano do UFC.

Confira a noticia veiculada pelo site americano Sherdog:

“De acordo com o executivo da Comissão Atlética do Estado da Califórnia, George Dodd, Chael Sonnen testou positivo em seu exame anti-doping pós-luta após sua derrota para Anderson Silva no UFC 117, que foi realizado no dia 7 de agosto na Oracle Arena em Oakland, Califórnia.”

“Em uma conversa no dia anterior, Dodd se recusou a comentar a situação, ele não quis responder se todos os lutadores do UFC 117 haviam passado no exame anti-doping.”

“Dodd não indicou qual substância proibida foi revelada no exame de Sonnen, mas afirmou que Sonnen estava limpo de drogas, e que a substância detectada no teste, foi uma substância para melhorar o desempenho.”

O agente de Anderson Silva, Ed Soares, comentou o assunto:

“Se for verdade, eu me sinto realmente mal por ele. Eu sei que ele fez isso a si mesmo, mas é muito triste, por que ele teve uma excelente atuação aquela noite. É uma lástima que ela ficará manchada para sempre!”

Sonnen não respondeu as ligações e SMS do site e seu empresário disse desconhecer o resultado positivo. E agora o que se passa na cabeça de todos aqueles que elogiaram a postura de Sonnen naquela noite? E a revanche? E a luta de fim de ano? O que o Sonnen vai falar sobre o teste? Só nos resta esperar mais detalhe do fato.

http://www.mmabyneko.com.br/

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

UFN 22 (15/09/10)



Dave Branch vs. Tomasz Drwal


John Gunderson vs. Yves Edwards


Jared Hamman vs Kyle Kingsbury


David Mitchell vs. Anthony Waldburge


Rich Attonito vs. Rafael Natal


Brian Foster vs Forrest Petz


Efrain Escudero vs Charles Oliveira


Nate Marquardt vs Rousimar Palhares


Gleison Tibau vs Jim Miller


Ross Pearson vs Cole Miller

The Ultimate Fighter – S12 E01

O nome dele é Charles ‘Do Bronx’ Oliveira!

Foto UFC
Veja aqui a vitória dele pelo UFC Fight Night 22



E aqui os melhores momentos da carreira do Charles.


Ele é conhecido como Charles do Bronx.

Tem 14 vitórias, sendo sete por finalização, seis por nocaute e um por pontos.

É a nova esperança do Brasil entre os leves (70kg).

Na última madrugada de quarta para quinta-feira ele conseguiu a segunda vitória no UFC. E, mais uma vez, de maneira brilhante.

Bateu o destemido Efrain Escudeiro, um dos nomes mais fortes da categoria.

De mero coadjuvante já passou para um dos nomes temidos do MMA.


Outros dois brasileiros lutaram nesse evento e perderam.

Resultados:

-Card Principal-
Nate Marquardt venceu Rousimar ‘Toquinho’ Palhares (Brasil) por TKO (socos) aos 3:28, R1
Charles ‘Do Bronx’ Oliveira (Brasil) venceu Efrain Escudero por finalização (mata-leão) aos 2:25, R3
Jim Miller venceu Gleison Tibau (Brasil) por decisão unânime
Cole Miller venceu Ross Pearson por finalização (mata-leão) aos 1:49, R2

-Card Preliminar-
Yves Edwards venceu John Gunderson por decisão unânime
Kyle Kingsbury venceu Jared Hamman por decisão unânime
Dave Branch venceu Tomasz Drwal por decisão unânime
Rich Attonito venceu Rafael ‘Sapo’ Natal por decisão unânime
T.J. Waldburger venceu David Mitchell por decisão unânime
Brian Foster venceu Forrest Petz por TKO (socos) aos 1:07, R1

http://gustavonoblat.blog.terra.com.br/

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

domingo, 12 de setembro de 2010

Shark Fights 13



Trevor Prangley vs Keith Jardine


Houston Alexander vs Rameau Thierry Sokoudjou


Paul Daley vs Jorge Masvidal


Danillo Villefort vs Joey Villasenor


Tarec Saffiedine vs Brock Larson


Paul Bradley vs Johnny Rees


Ronnie Mann vs Douglas Evans


Aaron Rosa vs Devin Cole


Daniel Straus vs Karen Darabedyan


Eric Davila vs Pete Spratt


Drew Fickett vs Charles Bennett

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Sonnen promete derrotar Anderson Silva no resumão da semana

http://gustavonoblat.blog.terra.com.br/

Coluna de notas com o resumo dos assuntos mais quentes da semana. As notícias mais relevantes que circularam nas mídias especialistas em MMA entre a semana passada e hoje.

Sonnen promete roubar título de Anderson Silva:
Do americano Chael Sonnen a propósito de uma possível revanche contra Anderson Silva pelo cinturão dos médios (84kg) do UFC:
- Certamente haverá uma sequência. A parte 2 pode ser no fim de semana do reveillon ou pode ser no fim de semana do super bowl. De qualquer forma será em Las Vegas. Na primeira vez eu derrotei o mito, agora derrotarei o homem… A única coisa que será diferente é que eu sairei de lá com o cinturão. Estava há 1 minuto de arrancá-lo. Se tivesse ganho, eu teria que derrotá-lo de novo de qualquer forma. Então nada na minha carreira mudou. Eu era o melhor lutador antes da luta e continuo o melhor… Não estou aqui pra desistir. Não estou aqui pra ser o número 2. Ser o número 1 ou então ir embora, acho que é assim que tem que ser.
Por pouco Sonnen não toma o cinturão de Anderson no UFC 117. A um minuto do fim da luta ele foi finalizado pelo brasileiro. Eles devem se enfrentar de novo no UFC 125.

Machida feliz com duelo:
De Lyoto Machida a respeito do duelo contra Quinton Rampage Jackson em novembro:
- Não poderia ser um adversário melhor e a data também é ótima, dá tempo para eu me preparar bem. Já fiz um intercâmbio nos EUA e a previsão é de fazer outro. Fico feliz por voltar e provar que estou na luta para figurar entre os melhores. O trabalho está forte, estou me corrigindo muito e investindo bastante nisso. Estou usando todos os aspectos da luta, a parte de quedas, chão e a luta em pé.
Lyoto disse a frase acima em entrevista ao site da GracieMag.

Minotauro é mais Cro Cop:
Cro Cop tem um torcedor fiel para o duelo contra Frank Mir. O baiano Rodrigo Minotauro disse pelo twitter que é “Cro Cop desde criancinha”, quando indagado sobre o confronto que rola no UFC 119. A princípio, Minota seria o oponente de Mir, mas o faixa-preta acabou machucado nos treinos.

Belfort desafia Toney:
Olha o que o Vitor Belfort publicou no twitter dele:
@vitorbelfort - Dana let me fight James Tony on 6 round boxe Mach I think I can catch him with my speed
@vitorbelfort - Dana will be the 1 boxing match in Ufc I promise he will fell my power and we will show the world the a Ufc fighter can do better
Ou seja, Belfort deseja encarar o campeão de boxe Jame Toney em um combate nas regras das nobre arte com duração de seis rounds. E prometeu que fará melhor do que Randy Couture, que há duas semanas finalizou Toney em um duelo de MMA.
Será que alguém ta usando o twitter do Belfort sem ele saber?

Toney desafia Couture:
Depois da derrota vergonhosa para Randy Couture, o provocador Toney soltou a seguinte frase:
- Randy Couture é uma lenda do esporte. Ele parece ser uma boa pessoa. Mas se ele é um homem de verdade, coloque as luvas. Eu fiz do jeito dele, agora venha fazer do meu.

Belfort vs Okamy:
Apesar do pedido de Belfort, o próximo desafio dele será um duelo contra o japonês Yushin Okami. Palavras de Vitor no twitter:
- A luta foi marcada para o dia 13 de novembro na Alemanha. Conto com a torcida de vocês. A luta será contra o duríssimo Okami. Vamos nessa!

Kimbo vs Toney:
Outro atleta que deseja enfrentar Toney nas regras do boxe é o ex-brigador de rua Kimbo Slice. Palavras do ex-atleta do UFC:
- Nunca ouvi nada sobre eu enfrentá-lo, mas, você sabe, eu luto com qualquer um, cara. Todos me conhecem pelos meus dias de luta na rua. Coloque qualquer um na minha frente.
Toney se ofereceu para fazer essa luta.

TUF espalhado pelo mundo:
Dana White, poderoso chefão do UFC, planeja promover uma competição de reality shows entre diversos países. Palavras dele à imprensa gringa:
- O que estamos começando agora é a trabalhar em ter um ‘The Ultimate Fighter’ (reality show do UFC) em outros países. Cada país teria um e depois pensaríamos num jeito de fazer finais, com todos os melhores lutando entre si.

Thiago Silva na geladeira:
O atleta meio pesado do UFC Thiago Silva ficará de molho por um bom tempo. O que ele disse para a revista Tatame:
- Não tem para onde ir, não consigo treinar mesmo. O jeito é ficar quieto, concentrar a mente no fortalecimento e solucionar esse problema para voltar logo.
- Dessa vez me machuquei faltando uma semana pra luta, a parada acabou sendo um pouco mais séria. Perdi o movimento da minha perna direita, mas já estou fazendo recuperação. Não estou treinando tudo, mas a previsão é que poderei voltar a treinar daqui a quatro semanas.
Era para Thiago ter lutado no UFC 117.

Thiago Alves vs John Howard:
Eles duelam no UFC 124.

Arona no UFC?
Ricardo Arona disse ao Sensei Sportv que Dana White lhe pediu para fazer mais uma luta antes de ser contratado pelo UFC. A conferir!

Bonnar vs Pokrajac:
Os meio-pesados Stephan “The American Psycho” Bonnar (12-7) e Igor Pokrajac (22-7) trocam socos no TUF Finale 12 que rola no dia 04 de dezembro em Las Vegas.

De volta ao UFC:
O judoca Karo Parisyan será reintegrado ao UFC. Na edição 123 desse evento de MMA ele lutará contra Dennis Hallman, apesar de ter sido demitido anos atrás por Dana White que prometeu nunca mais contratá-lo. O motivo do corte teria sido a decisão de Karo de abrir mão de um combate.

Seth Petruzelli vs Vemola:
O tcheco Karlos “The Terminator” Vemola (7-1 MMA, 0-1 UFC) migrará dos pesados para os meio-pesados onde enfrentará Seth Petruzelli (12-5 MMA, 0-3 UFC) no UFC 122 que rola no dia 13 de novembro em Oberhausen, Alemanha.

Jon Jones à espera de um oponente:
Palavras da revelação do MMA americano:
- Estou esperando pela luta entre Ryan Bader e Rogério Minotouro Nogueira, e eu vou enfrentar o vencedor.

Paulão desafia Shogun:
Em entrevista ao Sensei Sportv Paulo Filho desafiou o campeão do UFC Maurício Shogun para um duelo:
- Estou 100%, e o desafio tá feito. Não sei porque ele não aceita.

Gomi quer BJ:
Do japonês Takanori Gomi:
- Hoje, acordei com um pensamento repentino. O BJ Penn perdeu a revanche em Boston, mas segue como um dos melhores lutadores do mundo. Eu senti que ainda não esqueci a derrota de 2003 e gostaria de enfrentar o BJ em nova oportunidade. Essa é a ideia que não sai da minha mente desde a última manhã. Talvez o Dana White e o Joe Silva me permitam essa revanche. Afinal, fiz a minha parte no início do mês. Tenho total admiração e respeito pelo sr. Penn, mas acho que uma luta entre ambos os ex-campeões do PRIDE e do UFC seria um grande presente para o público. Falei isso em entrevista na rádio em Kichijoji. Novos ares do UFC virão ao Japão, e uma luta com o sr. Penn definitivamente me agrada.

Mark Kerr veículos:
O outrora temido peso pesado Mark Kerr agora é vendedor de carros no Arizona. Ele foi campeão do UFC na época em que quase não existiam regras nesse evento.

Manny Pacquiao no MMA?
Nome mais prestigiado do boxe no momento, o filipino Manny Pacquiao dá sinais de que pretende migrar para o MMA. Palavras dele:
- Chega de ganhar milhões e milhões por luta. Chega de esperar o Floyd Mayweather. Artes marciais misturados são o “real deal”.

Daniel Gracie de volta:
Depois de 4 anos na geladeira, Daniel Gracie revelou que no dia 20 de novembro volta aos ringues. O evento e o adversário ainda são uma incógnita.
Ele tinha dado um tempo das lutas para se dedicar a ensinar jiu-jitsu.

Kron Gracie nos Games:
Kron Gracie, filho de Rickson, será um dos personagens do novo jogo de MMA da EA Sports. Rickson tem tudo para estar no game, mas como um personagem especial. Dez meses atrás, Rickson me revelou que estava fechando contrato com a EA, mas que no jogo representaria o papel de um mestre que seria consultado pelos outros atletas. Ou seja, estaria imune aos desfios dos jogo e às derrotas no videogame. O que ouvi de Rickson:
- Nunca perdi dentro do ringue e não vai ser agora no videogame que darei chance para a derrota. Se eu participar do jogo serei uma espécie de “guerreiro jedai” que aparecerá apenas para ajudar os outros personagens do jogo.
A conferir!

Alistair Overeem vs Aleksander Emelianenko:
Os dois se encaram no dia 19 de novembro pelo evento polonês Strefa Walk. Overeem havia desafiado o irmão de Aleksander, o temido Fedor Emelianenko, mas fugiu da raia.

Shinya Aoki vs Marcus Aurelio:
O ídolo japonês e o faixa-preta do Ceará se encaram no dia 25 de setembro pelo DREAM 16. Card, por ora, do evento:
Jason “Mayhem” Miller and Kazushi Sakuraba
Shinya Aoki vs. Marcus Aurelio
“Lion” Takeshi Inoue vs. Kazuyuki Miyata
Hideo Tokoro vs. Joachim Hansen
Tatsuya Mizuno vs. Gegard Mousasi (light heavyweight título)
Rumores:
Michihiro Omigawa vs. Joe Warren*
Caol Uno vs. A definir
Ikuhisa Minowa vs. A definir
Norifumi “Kid” Yamamoto vs. A definir

Resultados do Bellator 27:
Evento que rolou no Texas, Estados Unidos na quinta-feira, 2 de setembro:
Disputa de cinturão dos penas:
- Joe Warren nocauteou Joe Soto aos 33s do 2R;
Quartas de final do GP Bantamweight:
- Ulysses Gomez derrotou Travis Reddinger na decisão dividida dos juizes;
- Zach Makovsky derrotou Nick Mamalis na decisão unânime dos juizes;
Outras lutas:
- Ed West derrotou Bryan Goldsby na decisão unânime dos juizes;
- Andrew Craig derrotou Rodrigo Pinheiro por TKO aos 2min53s do 3R;
- Gilbert Jimenez derrotou Aaron Barringer na decisão unânime dos juizes;
- Richard Odoms derrotou Dale Mitchell na decisão dividida dos juizes;
- Andrew Chappelle derrotou Joe Christopher na decisão dividida dos juizes;
- Jon Kirk derrotou Shane Faulkner por TKO aos 2min19s do 3R;
- Steven Peterson derrotou Ernest de la Cruz na decisão unânime dos juizes.

PVT Mag 10:
Ta no ar o PVT Mag 10 - As conquistas de Jacaré e Feijão no Strikeforce + a sensualidade da casca-grossa Carina Damm + Johil de Oliveira fala da aposentadoria e relembra melhores momentos + IVC 6: O dia em que Wanderlei Silva e Ebenezer desbancaram o Wrestling http://www.portaldovt.com.br/pvt_mag_pt_10/

Rádio PVT:
Ta no ar também o Radio PVT– Primeiro Podcast semanal de MMA da internet brasileira. Na primeira edição Fernando Kallás, Marcelo Alonso e Gleidson Venga analisam o UFC 118 e entrevistam Demian e Jacaré http://www.portaldovt.com.br/pt/?channel=199

UFC confirma luta entre Belfort e Okami

Fotos Josh Hedges

Montagem Guilherme Cruz

Quem acompanha o site da TATAME já sabia, mas agora é oficial. Vitor Belfort e Yushin Okami se enfrentarão na luta principal do UFC 122, evento programado para o dia 13 de novembro em Oberhausen, na Alemanha. Com oito vitórias em 12 lutas no evento americano, Belfort busca a vitória que lhe garantirá na disputa pelo título contra o vencedor da luta entre Anderson Silva e Chael Sonnen, mas Okami, que venceu nove de 11 lutas no UFC, quer um reencontro com Anderson. Em entrevista a um jornal de Las Vegas, para onde se mudou, Vitor já comentou a luta contra Okami. “Sei onde quero ir, e sei que vou chegar lá. Não estou preocupado com ele, não estou preocupado com ninguém além de mim mesmo. Estou trabalhando para chegar à minha melhor condição, porque sei que quando estiver na minha melhor condição, serei um problema”, disse o carioca.

Fight Night: Marquardt vs Palhares Preview



Fight Night: Marquardt vs Palhares Preview

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Tributo

''The Axe Murderer'' Wanderlei Silva


''The Iceman'' Chuck Liddell


Mirko Cro Cop


Antonio Rodrigo ''Minotauro'' Nogueira

Lyoto confirma: acabaram as férias para Rampage

por Carlos Eduardo Ozório — 2 de setembro de 2010.

Quinton Jackson em montagem do site Cagepotato.com

Lyoto Machida já treina a todo vapor em Belém do Pará, então é bom que Quinton “Rampage” Jackson, o próximo oponente, deixe de lado as férias de verão que esquenta o hemisfério norte do planeta nesta época do ano. A luta, entre os dois ex-campeões da categoria meio-pesado, acontece no dia 20 de novembro, em Detroit, no UFC 123. Antes de mais uma sessão de treinos, Machida conversou com o GRACIEMAG.com. Confira:

O que acha de enfrentar o Quinton Jackson?

Não poderia ser um adversário melhor e a data também é ótima, dá tempo para eu me preparar bem. Já fiz um intercâmbio nos EUA e a previsão é de fazer outro. Fico feliz por voltar e provar que estou na luta para figurar entre os melhores. O trabalho está forte, estou me corrigindo muito e investindo bastante nisso. Estou usando todos os aspectos da luta, a parte de quedas, chão e a luta em pé.

Contra Rashad Evans, Lyoto tornou-se campeão do UFC. Foto: Josh Hedges

Na última luta (derrota para Maurício Shogun) você treinou apenas em Belém e não fez intercâmbios. Isso foi um erro?

Realmente, estive muito focado no treinamento em Belém. Não vou dizer que foi errado, porque acredito que dá para fazer o treinamento em qualquer lugar. Mas quando temos muitos sparrings, no nível técnico de quem está competindo, é muito melhor para trabalhar e se testar, sentir como reagir a determinadas situações. É importante. Treinei com o Anderson e o pessoal do wrestling, do Mark Muñoz. A previsão é voltar para lá (EUA) e fazer vários intercâmbios. Quero treinar em várias academias, porque não me prendo a nenhuma e acho isso importante.

Como analisa as qualidades e defeitos do Rampage?

Em primeiro lugar, é um ex-campeão. Então o Rampage é um cara que tem diferencial. Nada mais justo que a luta acontecer entre dois ex-campeões, lutadores que querem novamente seu lugar ao sol. Ele é um cara muito forte, que tem bom boxe e wrestling. Acho ele um pouco limitado em pé, embora seja muito forte, e, apesar de se defender bem no chão, também não é muito bom por aí. Como acho que o MMA é um esporte que evolui a cada momento, a tendência é buscar todas as possibilidades, independentemente do aspecto de luta que aparecer. Vou tentar explorar, realmente, onde o Rampage não tenha domínio total. Mas estou preparado para qualquer situação, seja em pé ou no chão.

Lyoto e Shogun se enfrentaram duas vezes, uma vitória para cada lado. Foto: Josh Hedges

Você estava invicto em 16 lutas e sofreu a primeira derrota da carreira contra Shogun. Aprendeu com esse momento ruim?

O aprendizado é, às vezes, inconsciente, algo que não conseguimos enxergar, seja ele no comportamento ou em várias atitudes. Mas foi um grande aprendizado em todos os aspectos, seja dentro ou fora do ringue, para as pessoas que estavam ao meu lado, no treinamento… Aprendi com isso, mas o difícil é prever como vou lutar e como vai ser tudo. Saberei apenas no dia da luta e eu sou o mais curioso para sentir isso: como vou me portar.

Não ligo para provocação. Quando o ferrolho trava que vemos o que acontece”, Lyoto Machida

O Rampage já falou de você antes e provavelmente vai começar as provocações. Se importa com isso?

Encaro a coisa por um lado profissional e sei que ele faz o marketing dele. Mas nada vale falar antes, porque realmente a luta é na hora. Prefiro não me concentrar nisso. Dizer que vai fazer e acontecer é fácil, mas é na hora que o ferrolho trava ali que vamos ver o que acontece. Não ligo para provocação e estou focado.

http://www.graciemag.com/pt/2010/09/lyoto-confirma-acabaram-as-ferias-para-rampage/

DREAM.16 – Kazushi Sakuraba vs. Jason “Mayhem” Miller

sábado, 4 de setembro de 2010

Anderson Silva no topo do ranking + meio milhão para James Toney (salários do UFC 118)

Depois de o peso pesado russo Fedor Emelianenko ser limado do ranking de melhores atletas entre todas as categorias de peso, agora é a vez do peso leve havaiano BJ Penn.

Semana passada ele acabou derrotado de novo pelo compatriota Frankie Edgar e já não mais figura entre os 10 melhores do MMA.

O ranking é elaborado por especialista do portal Sherdog, o mais conceituado do assunto. Segue abaixo:

1. Anderson Silva (27-4)

2. Georges St. Pierre (20-2)

3. Jose Aldo (17-1)

4. Frankie Edgar (13-1)

5. Jon Fitch (23-3, 1 NC)

6. Mauricio Rua (19-4)

7. Jake Shields (25-4-1)

8. Lyoto Machida (16-1)

9. Rashad Evans (15-1-1)

10. Gilbert Melendez (18-2)

Saiu a lista de salários do UFC 118, disputado na semana passada. Evento que consagrou de vez Frankie Edgard. Seguem os números:

O mais mal pago foi o brasileiro Amilcar Alves. O mais bem pago foi o boxeador James Toney, que acabou derrotado em poucos minutos.

Card Principal:
- Frankie Edgar $96,000 (incluídos 48,000 de bonus pela vitória) derrotou. B.J. Penn $150,000
- Randy Couture $250,000 derr. James Toney $500,000
- Demian Maia $68,000 derr. Mario Miranda $8,000
- Gray Maynard $46,000 ($23,000 de bonus) derr. Kenny Florian $65,000
- Nate Diaz $60,000 ($30,000 de bonus) derr. Marcus Davis $31,000

Preliminary Card:
- Joe Lauzon $24,000 ($12,000 bonus) derr. Gabe Ruediger $8,000
- Nik Lentz $22,000 ($11,000 bonus) derr. Andre Winner $10,000
- Dan Miller $30,000 ($15,000 bonus) derr. John Salter $8,000
- Greg Soto $12,000 ($6,000 bonus) derr. Nick Osipczak $10,000
- Mike Pierce $24,000 ($12,000 bonus) derr. Amilcar Alves $6,000

Bonus de $60,000:
- Melhor luta: Nate Diaz vs. Marcus Davis
- Submissão da noite: Joe Lauzon

http://gustavonoblat.blog.terra.com.br/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...