quarta-feira, 6 de abril de 2011

Lutadores que marcaram época no MMA

Do R7


O brasileiro Anderson Silva é o atual campeão dos pesos médios do UFC. "The Spider" (A aranha, em inglês), como é conhecido, mantém o histórico de 13 vitórias seguidas, a maior marca de invencibilidade do torneio. Desde o UFC 126, quando derrotou o brasileiro Vitor Belfort com um chute no rosto ainda no primeiro round, a organização da competição o considera o melhor lutador do mundo



Hoje aposentado, Chuck Liddell é um dos responsáveis pela difusão do UFC nos Estados Unidos. "The Iceman" (O homem de gelo, em inglês), como é conhecido, tem carreira no kickboxing, modalidade na qual atingiu o feito de 20 vitórias em 22 lutas. Já no MMA, Liddell é um dos lutadores com o maior número de vitórias em lutas de UFC, com 23, e, por isso, foi incluído no Hall da Fama do torneio em 2009



Fedor Emelianenko é aclamado como uma lenda no mundo das lutas. Apelidado de "The Last Emperor" (O último imperador, em inglês), o russo peso-pesado já deteve cinco títulos de cinco torneios diferentes ao mesmo tempo, e permaneceu invicto durante quase dez anos. Além de se especializar em MMA, Emelianenko também luta judô e SAMBO, uma espécie de defesa pessoal russa



O canadense Georges St-Pierre, considerado por muitos o melhor lutador do meio-médio de MMA, é também o atual detentor do título do UFC na categoria. O lutador já participou como treinador no reality show The Ultimate Fighter, e depois perdeu o título do UFC para um de seus pupilos, em 2007, recuperando-se no ano seguinte. St-Pierre foi desafiado por Jake Shields pelo cinturão da categoria meio-médio e defenderá o título em 30 de abril



Vencedor do UFC 7, Marco Ruas foi um dos primeiros lutadores completos de MMA. Hoje aposentado, o brasileiro mantém uma academia chamada Ruas Vale Tudo, onde ensina kickboxing e técnicas de submissão. "The King of the Streets" (O rei das ruas, em inglês), manteve um cartel de nove vitórias em 15 lutas no MMA



O norte-americano Mark Coleman é tratado como uma lenda no MMA. Campeão das edições 10 e 11 do UFC, ele foi o primeiro a conquistar o título dos pesos-pesados e criou a técnica ground and pound, que consiste de aplicar socos no adversário enquanto este está no chão. "The Hammer" (O martelo, em inglês), coleciona 16 vitórias e 10 derrotas em sua carreira no MMA



Maurício Rua, mais conhecido como "Shogun", foi campeão do UFC 113 na categoria meio-pesado ao derrotar o brasileiro Lyoto Machida. Ele, porém, perdeu o título em 2011 para o norte-americano Jon Jones. Maurício "Shogun" é faixa preta em jiu-jitsu e é famoso por seu estilo agressivo de chutes para derrubar os oponentes



Mestre em jiu-jitsu, Antônio Rodrigo Nogueira é mais conhecido como Minotauro. O brasileiro é o único lutador peso-pesado que conquistou títulos no PRIDE e no UFC, duas competições de MMA, e mantém um cartel de 32 vitórias em 40 lutas. Ele tem um irmão gêmeo apelidado de Minotouro, que também participa de competições de MMA




O norte-americano Randy Couture foi o primeiro lutador a conquistar o título do UFC em duas categorias diferentes: peso-pesado e médio-pesado. Alguns especialistas o consideram o melhor lutador de MMA da história, com o segundo maior número de vitórias na história do UFC, com 23, além de ser responsável pela popularização do esporte nos Estados Unidos



Royce Gracie é um verdadeiro mito no MMA. Considerado um dos atletas mais influentes no esporte, Royce imobilizava oponentes muito maiores e mais fortes que ele, introduzindo e popularizando a técnica do jiu-jitsu. O brasileiro é tricampeão do UFC, nas edições 1, 2 e 4, e tem o maior número de vitórias por submissão, com 11



Tito Ortiz é um ex-campeão de MMA na categoria médio-pesado. Durante três anos, ele manteve o cinturão da categoria, sendo derrotado por Randy Couture em 2003. No momento, Ortiz se prepara para lutar contra Ryan Bader no UFC 132, além de ser presidente de uma companhia que fornece materiais esportivos para lutadores de MMA



Wanderlei Silva é notável pelo seu estilo agressivo, herdado do seu passado como lutador de Muay Thai e kickboxing. Ex-militar, o brasileiro é conhecido no PRIDE, torneio no qual conquistou o cinturão dos pesos médios, batendo nomes como Quinton Jackson e Dan Handerson. Estreou no UFC contra Vitor Belfort e mantém um cartel de 33 vitórias, nove derrotas e um empate, além de uma luta sem resultado


Nossas perguntas são: na sua opinião
Faltou alguém nessa lista?
Sobrou alguém nessa lista?

4 comentários:

Rodrigo disse...

Acho inconcebivel o shogum estar nessa lista e o Lyoto, que foi campeão invicto não estar, sem contar o Matt Hughes, Vitor Blefort (campeão aos 18-19 anos),e Bj Penn... Essa lista foi feita por alguem que não é muito estudado no MMA. Essa é minha opinião!

Gustavo disse...

Realmente estão faltando lutadores.. mas sempre vai faltar! nao tem como ... Cada lutador tem o seu brilho e a sua historia.

De qualquer forma ja da pra conhecer um pouco d alguns dos principais lutadores, gostei =D

abraço

Axn Fire disse...

Cro Cop ?

Fernando Malheiros Martins disse...

Cara, acho que está faltando sim. Mas você deveria definir um critério de análise e pesquisar mais a sério. Não busque somente as listas prontas da net, pois a maioria puxa sardinha para o UFC devido ao marketing. Um bom critério seria o número de lutas x vitórias x derrotas x empates. Pense bem, tem como comparar Emelianenko? Acho que o critério número de lutas oficiais já é bem definidor, pois demonstra a disposição do lutador em participar de competições no período de seu ápice com oponentes de seu tempo. Se quiser te ajudo a criar uma fórmula usando esses dados, mais aí vc teria de pesquisar na net.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...